R.B. 29/AGO/17 "Técnica Lula"



"Técnica Lula"

São Paulo, 29 de agosto de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, com “boas chances” de testar o “suporte” dos 70.000pts, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, diante do aumento da tensão geopolítica após a Coreia do Norte lançar mais um míssil, e internamente prejudicada pela redução das “apostas” de aprovação das reformas e aumento possibilidade de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentar nova denúncia contra o presidente Temer e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, rumo aos R$ 3,20, novamente seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, em uma “minúscula” realização de lucros, influenciada pelo aumento dos “temores” com a economia e com a política tupiniquim e acompanhando o recuo das cotações internacionais do petróleo (-2,7%) e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,16, recuperando perdas recentes, influenciado pela piora do “humor” na bolsa brasileira e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,9%, beneficiadas pela divulgação de bons resultados corporativos, (2) da EUROPA, com baixos volumes de negócios por conta do feriado na Inglaterra, França -0,5% e Alemanha -0,4%, com as exportadoras, como a L'Oréal (-0,4%) e a BMW (-0,5%), prejudicadas pela valorização do euro, e o recuo do petróleo pressionando as petrolíferas, como a Total (-0,5%) e (3) dos EUA, sem uma direção única, S&P 0,1%, DJ -0,2% e NASDAQ 0,3%, com os setores financeiro e de energia pesando nos índices e o de tecnologia apresentando ganhos.

Apresentando um pouco mais de otimismo, o “mercado” (1) reduziu, desta vez de 7,50% para 7,25%, suas “apostas” para a taxa básica de juros, atualmente em 9,25%, no final deste ano, (2) elevou, agora de 0,34% para 0,39%, suas previsões para o desempenho do PIB do país em 2017 e (3) diminuiu, de 3,51% para 3,45%, suas projeções para a inflação medida pelo IPCA neste ano.

Usando a “técnica Lula”, que aliás já foi seu chefe, de repetir exaustivamente uma mentira achando que assim ela se tornará verdade, ontem Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou, logo após se reunir com Temer, que a economia brasileira crescerá 3,0% em 2018, patamar 50% maior que as “apostas do mercado”, que estão em 2,0%.

Para fez caixa e assim reduzir a monstruosa dívida pública tupiniquim, o governo Temer estuda conceder para a iniciativa privada o direito de exploração de até 7 bilhões de barris de petróleo e gás em blocos vizinhos àqueles hoje em produção pela Petrobras, o que segundo projeções trará R$ 50bi aos cofres da União já no próximo ano.

Com exportações (principalmente de produtos básicos como soja, milho e petróleo) 15,4% maiores que no mesmo período de 2016, na semana passada a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 2,1bi, elevando o saldo positivo acumulado no ano para US$ 47,2bi, patamar 48,4% maior que no mesmo período de 2016.

-    Principal vocação brasileira, as exportações do agronegócio somaram US$ 48bi no primeiro semestre deste ano, patamar 6% maior do que no mesmo período de 2016 e isto mesmo com a valorização de cerca de 9% do real frente ao dólar no mesmo período.

-    A Apple subiu 1,0% na bolsa de NY, diante de “rumores” de que a empresa irá anunciar novos produtos em 12/SET/17.
-    A Sabesp caiu -0,1%, porem ontem, após o fechamento do pregão, Alckmin, governador de SP, anunciou que tenta votar com urgência um projeto de lei que cria uma holding para atrair investidores interessados em explorar o saneamento básico, sem abrir mão do controle da empresa.

Política:

Com medo de que Rodrigo Janot apresente uma nova denúncia contra ele nos próximos dias, o presidente Temer decidiu reduzir substancialmente o número de ministros e auxiliarem que embarcarão hoje com ele para a China.

Surpreendentemente figurando entre os palestrantes preferidos dos banqueiros petistas do Itaim Bibi, ontem o senador tucano Serra recebeu a notícia de que Rosa Weber, ministra do Supremo Tribunal Federal, autorizou, se baseando na delação de Joesley Batista, a abertura de inquérito contra ele para apurar o recebimento de caixa 2 para a sua campanha à Presidência da República em 2010.

Nesta semana, enquanto Temer “se esconde” na China, o governo quer votar os principais itens de sua pauta econômica nesta semana, que são (1) a nova proposta do Refis, (2) a nova meta fiscal e (3) o texto principal da nova política para os juros do BNDES.

Como não é bobo, Lula sabe que dificilmente terá condições legais de disputar a presidência do Brasil em 2018 e, para que seu partido não sofra uma derrota humilhante, costura nos bastidores um acordo com o PSB para dar musculatura à candidatura presidencial do seu “companheiro” Fernando Haddad, ex-prefeito de SP.

A decisão de Eduardo Cunha de partir para o enfrentamento e fazer acusações ao relator da Lava Jato no Supremo, o ministro Edson Fachin, acusando-o de favorecer a JBS, abriu uma crise entre o peemedebista e os diversos escritórios que fazem sua defesa.

Finalmente fazendo o que é certo, Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, anunciou que levará ao plenário da referida Corte o pedido de afastamento de Gilmar Mendes do caso de Jacob Barata Filho.

Segundo o deputado petista Vicente Cândido, relator do tema na Casa, é cada dia maior o risco de partidos não chegarem a um consenso e a Câmara enterrar definitivamente a reforma política.

Crítica:

Assim como qualquer assassino tem direito a um advogado, Joesley e Wesley Batista contrataram Ricardo Lacerda, sócio majoritário da BR Partners, para tentar convencer, às custas de sabe-se lá o que, o BNDES a desistir de tira-los do comando da J&F.

Confirmando que, diferentemente do que ocorre na iniciativa privada, no setor público ignorância e burrice não são punidos, em tomada de contas especial que investiga a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras, em 2006, auditores do Tribunal de Contas da União isentam o Conselho de Administração da estatal, à época presidido por Dilma, de ter cometido qualquer “ato de gestão irregular” no episódio.

Doido varrido, que massacra seu povo enquanto as nações ditas “desenvolvidas” assistem a tudo sem fazer nada, Kim, o ditador da Coreia do Norte, lançou na tarde de ontem mais um míssil em direção do Japão.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário