R.B. 17/OUT/16 "A Lava Jato avança em direção ao epicentro do esquema de corrupção"



"A Lava Jato avança em direção ao epicentro do esquema de corrupção"

São Paulo, 17 de outubro de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, seguindo as perdas das demais bolsas mundiais e o recuo das commodities para realizar lucros após fechar o pregão anterior no maior patamar em 25 meses (aos 61.767pts) e após acumular uma alta de 42,5% no ano, porem com bom volume de negócios e alguma volatilidade por conta do vencimento de opções e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e ainda à espera da redução da taxa básica de juros na reunião do Copom desta semana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,1%, com bom volume de negócios (R$ 8,9bi), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela crescente melhora das perspectivas para a economia brasileira e impulsionada valorização das ações da Petrobrás (3,1%), já que o “mercado” recebeu bem a nova política de preços da estatal e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 3,20, influenciado pelos leilões de compra do BC e pelo aumento das “apostas” de que a taxa básica de juros da economia brasileira será reduzida na reunião do Copom desta semana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,5% e China 0,1%, após o índice chinês de preços ao produtor registrar a primeira alta em quase 5 anos, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 1,5% e Alemanha 1,6%, beneficiadas pelos anúncios de que a balança comercial da zona do euro subiu a 23,3bi de euros em AGO/16, o que representou o primeiro crescimento do indicador desde ABR/16, e de que o número de licenciamento de veículos leves na União Europeia cresceu 7,2% em SET/16 e (3) dos EUA, S&P 0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,1%, sustentadas pela divulgação de bons resultados corporativos de bancos como Citigroup, Wells Fargo e JPMorgan.

Com o objetivo de reduzir a burocracia e dar proteção jurídica a empresários dos 2 países, Temer, presidente do Brasil, e Narendra Modi, primeiro-ministro indiano, assinarão hoje um acordo de cooperação e facilitação de investimentos cujo modelo, que já foi aplicado pelo Brasil com países como o México, o Chile e a Colômbia, inclui espaço de diálogo intergovernamental e apoio a empresas, com divulgação de oportunidades de negócios e de informações sobre marcos regulatórios.

Podendo ajudar na recuperação da economia brasileira, as negociações entre o Mercosul e a União Europeia para um acordo de livre comércio saíram da paralisia, já que negociadores dos dois blocos estiveram reunidos em Bruxelas, houve progressos nas conversas e o clima é de otimismo.

Esta semana tem reunião do Copom e, caso siga as “apostas do mercado”, a autoridade monetária tupiniquim reduzirá a taxa básica de juros da economia brasileira, atualmente em 14,25%, o que afetará diretamente a rentabilidade de 98% das aplicações de Renda Fixa em CDBs, LCA/I, LC e LF que segundo a Cetip estão atrelados ao CDI.

Repetindo o que todos já sabem, Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou que o governo não interferiu na redução no preço dos combustíveis, anunciado pela Petrobras, mas que a medida deverá impactar positivamente na inflação, e ressaltou que é "uma grande mudança" o fato de um Executivo federal não participar da definição da tarifa da gasolina.

“Menos pior” do que em AGO/16, quando segundo dados oficiais a arrecadação de impostos recuou -10,1% na comparação com AGO/15, em SET/16, segundo projeções ainda preliminares dos economistas da FGV, o Brasil recolheu -7,3% menos impostos do que em SET/15, o que mostra que a atividade econômica ainda é muito fraca para confirmar as expectativas de que o país está perto de sair da recessão.

Otimista com o futuro do país, Serra, ministro das Relações Exteriores do governo Temer, “avisou”, diretamente da Índia, onde participou da cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que (1) haverá redução de juros no país nos próximos meses, ressaltando que isso ocorrerá diante da retração da inflação, (2) a prioridade agora é atrair investimentos para gerar mais empregos e mais receitas governamentais e (3) o comércio com a Índia, hoje de US$ 7,9bi, pode ser "triplicado" nos próximos anos.

Dando um sinal isolado de recuperação da economia brasileira, o faturamento das redes de alimentação fora de casa cresceu 8,2% em setembro, em relação ao mesmo mês de 2015.

Política:

Com mais de 50 executivos da Odebrecht, inclusive Marcelinho “Príncipe”, negociando uma explosiva delação premiada, Eduardo Cunha nas mãos de Sergio Moro e Lula, que é réu pela terceira vez, cada dia mais perto da cadeia, neste final de ano “a Lava Jato avança em direção ao epicentro do esquema de corrupção”.

Apeado da Prefeitura do RJ e longe da de SP, o PMDB, para não ficar muito atrás do PSDB e ter mais força em 2018 decidiu abrir os cofres às vésperas do segundo turno e injetar R$ 500muil para impulsionar seus 14 candidatos que ainda disputam as cidades com mais de 200 mil eleitores.

Pensando também em chamar nomes de setores que não eram contemplados na formação anterior, como aqueles ligados a empreendedorismo e inovação, o Planalto trabalha para pôr de pé ainda em NOV/16 a primeira reunião do Conselhão do governo Temer.

Em Santo André, um dos últimos redutos petistas, o segundo turno da eleição municipal reedita a antiga polarização entre PT e PSDB, com a peculiaridade de que o candidato tucano, que lidera as pesquisas de intenção de voto, foi secretário do atual prefeito petista, que tenta a reeleição com a “ajuda indigesta” de Lula.

Confirmando que a corrupção tupiniquim está também no judiciário, segundo um laudo feito pela Polícia Federal na Operação Lava Jato o escritório do advogado Marcos Meira, filho do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça José de Castro Meira, recebeu pelo menos R$ 11,2 milhões da Odebrecht de 2008 a 2014.

O segundo turno das eleições municipais, que serão realizadas em 56 cidades de 20 Estados do país daqui a 2 semanas, pode consolidar o PSDB como partido dominante nas maiores cidades do Brasil e deixá-lo mais bem posicionado para a disputa eleitoral de 2018.

Tucanos e caciques de outras siglas passaram a defender que Alckmin reivindique o direito de presidir o PSDB a partir do ano que vem, quando o senador Aécio Neves, de MG, conclui seu mandato à frente do partido, já que no comando do PSDB o referido governador de SP ganharia protagonismo no Brasil todo, fortalecendo seu propósito de se tornar candidato à Presidência da República em 2018.

Acreditando que tem o total controle da base aliada, todas as apostas no Planalto vão no sentido de que o governo terá, no segundo turno da PEC do teto de gastos, mais do que os 366 deputados que conseguiu na primeira votação.

Crítica:

Agradando bastante o “mercado” e confirmando uma importante mudança de postura em relação ao governo anterior, Fernando Bezerra Coelho Filho, ministro de Minas e Energia, afirmou, diante de uma plateia lotada de empresários e investidores em Londres, que a decisão da Petrobras de reduzir o preço de gasolina e diesel nas refinarias é uma prova de que a estatal (1) está disposta a seguir a lógica de mercado, baseada em oferta e demanda, (2) não é uma agência de desenvolvimento, (3) deve tomar decisões que tragam lucro para seus acionistas.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário