R.B. 10/MAR/16 "Uma grande conversa fiada"


"Uma grande conversa fiada"

 

São Paulo, 10 de março de 2016 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, retornando à sua trajetória de alta após a realização de lucros de ontem, alheia ao recuo das principais bolsas mundiais e à desvalorização das commodities, com os investidores "animados" diante da confirmação de uma nova denuncia contra Lula, agora no Ministério Publico de SP, e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, para fechar o dia abaixo dos R$ 3,70, seguindo os mesmos motivos que devem animar a bolsa tupiniquim.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,9%, realizando lucros recentes, porem ainda com bom volume de negócios (R$ 9,9bi), na contramão do movimento ascendente das principais bolsas mundiais e prejudicada pela desvalorização das commodities, que derrubou a Vale (-3,2%) e (2) o DÓLAR –1,1% à R$ 3,70, no menor patamar em seis meses, influenciado pelo cenário externo favorável e pelas expectativas pelo aumento das "apostas" de queda de Dilma e prisão de Lula.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,8%, em baixa pelo terceiro pregão seguido, desta vez pressionada por ações de empresas afetadas pela fraqueza recente nos preços do petróleo e de outras commodities e China –1,1%, interrompendo sequência de 6 altas seguidas, em meio a sinais de persistente letargia da economia do país, (2) da EUROPA, revertendo uma abertura negativa, diante de expectativas por novas medidas de estímulo monetário a serem adotadas pelo BC Europeu, Inglaterra 0,3%, França 0,5% e Alemanha 0,3%, impulsionadas pelos ganhos das italianas Telecom Itália e da Mediaset, que estão na iminência de firmar acordos de fusão e aquisição com rivais francesas e (3) dos EUA, S&P 0,5%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,55%, acompanhando o sentimento positivo da Europa e beneficiadas pelo aumento das "apostas" de que o ritmo da subida das taxas de juros do país, iniciada em DEZ/15 passado, será cauteloso.

 

Segundo o respeitado economista Albert Fishlow, professor emérito das universidades da Califórnia e Columbia, a deterioração rápida da economia brasileira não apenas comprometeu ganhos anteriores como demandará 10 anos até que o país volte a níveis pré-recessão, já que segundo suas estimativas o PIB per capita do Brasil em 2020 será igual ao de 2010, representando uma década perdida.

 

Cada dia mais pessimista com o futuro de Brasil, a agência de classificação de risco Fitch revisou para baixo, de –2,5% para –3,5%, sua estimativa de queda do PIB brasileiro em 2016, citando o enfraquecimento do preço das commodities, o aumento da incerteza política, a deteriorando do mercado de trabalho e o endurecimento das condições de crédito.

 

Fazendo populismo fiscal irresponsável com dinheiro publico, para assim tentar conseguir apoio para barrar o processo de impeachment da presidenta Dilma, além de alongar a dívida dos estados em até 20 anos, o governo federal pretende conceder um desconto nas primeiras parcelas do refinanciamento, que seria aplicado nas parcelas pagas em 2016 e 2017.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em JAN/16 a produção industrial do Estado de SP, principal parque fabril do país, recuou -16% na comparação com JAN/15, resultado foi pior do que a queda (-13,8%) da produção industrial brasileira geral no mesmo período, (2) segundo as expectativas do próprio setor, em 2016 as vendas de computadores pessoais devem recuar –18% na comparação com 2015 e (3) 2016 também começou ruim para as micro e pequenas empresas paulistas, já que em JAN/16 o faturamento delas caiu -20,3% em comparação com o mesmo mês do ano passado.

 

Apesar de ficar levemente abaixo do esperado pelo "mercado" (0,98%) e aquém do auferido em JAN/16 (1,27%), em FEV/16 o IPCA, pressionado principalmente pelos preços dos alimentos e das bebidas, ficou em 0,90%, com isto a inflação brasileira acumula uma alta de 10,36% nos últimos 12 meses, patamar muito acima do centro da meta do BC (4,5%).

 

Mostrando que a alta do dólar prejudica a vida de todos os brasileiros, segundo estimativas da indústria farmacêutica, o índice de reajuste no preço dos medicamentos, que para serem fabricados precisam de insumos importados, pode chegar a até 12,5% neste ano, pressionando ainda mais a inflação brasileira valor acima da inflação.


Política:
 
Ontem cresceram os boatos de que Lula estaria recusando assumir um ministério para ter fórum privilegiado e se livrar do Sérgio Mouro e da cadeia, o que obviamente é "uma grande conversa fiada", já que é clara a estratégia do PT e do referido ex-presidente "jogar verde" e assim auferirem se esta estratégia covarde "cola" e tem o mínimo de aceitação pública e respaldo jurídico.

 

Complicando cada dia mais a vida do maior bandido da história do Brasil, ontem o Ministério Público de São Paulo apresentou formalmente à Justiça uma denúncia contra o ex-presidente Lula no caso do tríplex em Guarujá, no litoral paulista, acusando o petista de ocultação de patrimônio, uma modalidade do crime de lavagem de dinheiro, e falsidade ideológica.

 

Impondo mais uma derrota ao governo Dilma, o Supremo Tribunal Federal proibiu o recém-empossado ministro da Justiça Wellington Lima e Silva, indicado por Lula para interferir na Polícia Federal e bloquear as investigações da Lava Jato, de acumular a carreira no Ministério Público com o cargo no Executivo, com isto ele terá 20 dias para se decidir por um ou por outro.

 

Já se preparando para um governo de coalizão após a queda da presidenta Dilma, ontem dirigentes do PMDB e do PSDB que ocupam cargos de liderança no Senado, como Rena Calheiros e Aécio Neves, assumiram publicamente que "vão trabalhar juntos para encontrar uma saída" para o país.

 

Provando mais uma vez que tem bandido em todos os partidos, a delação premiada do senador petista Delcídio do Amaral, ex-líder do governo, além de agravar a crise política e reacender na oposição a pressão pelo impeachment traz citações a vários políticos de oposição, como o senador tucano Aécio Neves.

 

Além de fazerem coro para Lula assumir o comando do país, petistas graúdos começaram a pedir a cabeça de Nelson Barbosa, ministro da Fazenda, ressaltando que com o ex-presidente no comando Henrique Meirelles poderia finalmente assumir a equipe econômica.

 

Mesmo pressionados por parlamentares da base governista, deputados da oposição conseguiram postergar para a próxima semana a votação das contas de 2014 da presidenta Dilma na Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

 

Sem nenhuma vergonha na cara, o deputado federal Vinícius Gurgel, do PR do AP, afirmou que sua assinatura pediu renúncia à sua vaga no Conselho de Ética para ajudar Eduardo Cunha, que comprovadamente foi fraudada segundo o laudo de 2 peritos, estava diferente pois ele bebeu muito no dia anterior e estava de ressaca.


Crítica:
 

OK, vamos supor que Lula está falando a verdade sobre o caso do AP no Guarujá, mas se o referido ex-presidente tinha uma carta de crédito de cerca de R$ 60mil que lhe dava direito a comprar um Triplex, que só em benfeitorias tinha R$ 700mil, e mesmo assim no final de 2015 ele "subitamente" preferiu receber os R$ 60mil, então o mínimo que podemos concluir é que este safado é analfabeto funcional.

 

Imagine que você presencia uma velhinha sendo vitima de um arrastão de trombadinhas e tem a chance de pegar um, sem perigo de se ferir. Você pega ele ou deixa ele solto pois não consegue tidos os bandidos de uma só vez? Pois quem se recusa a ir ao protesto de domingo alegando que ele deveria ser contra todos os políticos está escolhendo a segunda opção desta história.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário