R.B. 8/AGO/14 "Muy amiga"


R.B.

"Muy amiga"

 

São Paulo, 8 de agosto de 2014 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e com o mercado um pouco decepcionado com o resultado da última pesquisa de intenções de voto para presidente e (2) o DÓLAR pode subir, ainda seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana, porem deve-se ressaltar que o BC provavelmente entrará com "artilharia pesada" na ponta vendedora para impedir que a cotação supere os R$ 2,30 e assim eleve as pressões inflacionárias.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,5%, revertendo uma abertura positiva, na qual chegou a avançar 0,7%, seguindo a nova piora do humor nas bolsas da Europa e dos EUA e pressionada pelo recuo das estatais, como Petrobrás (-0,8%) e Banco do Brasil (-0,8%), diante da cautela antes da divulgação de uma pesquisa eleitoral e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 2,29, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, já que a piora da crise entre Rússia e Ucrânia gerou forte clima de aversão ao risco nos principais mercados internacionais, aumentando a procura por aplicações consideradas mais seguras, como a moeda norte-americana.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,5%, influenciada por fortes balanços corporativos e pala recuperação do dólar ante o iene, e China –1,3%, desta vez com destaques de queda para as empresas financeiras, diante do trabalho de redução de liquidez que o BC chinês tem realizado, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,6%, França –1,4% e Alemanha –1,0%, devolvendo os ganhos da abertura, prejudicadas por declarações de Mario Draghi, presidente do BC Europeu, que afirmou que os riscos geopolíticos em todo o mundo estão mais elevados do que estavam há alguns meses e que os problemas na Ucrânia terão impacto maior na zona do euro do que em outras regiões, e também afetadas negativamente pelo anuncio de que a produção industrial alemã ficou abaixo do esperado em JUN/14, e (3) dos EUA, S&P –0,6%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,4%, deixando para segundo plano dados económicos e empresariais positivos, diante da do aumento das tensões geopolíticas.

 

Provavelmente tendo como premissas as péssimas perspectivas para a economia brasileira, ontem Carlos Hamilton Araújo, diretor de Política Econômica do BC, afirmou que mesmo que ocorra uma alta do dólar nos próximos meses a tendência é que a inflação recue, "convergindo em direção à meta" até 2016.

 

Mostrando respectivamente como é "muy amiga" de Dilma, já que aprendeu com ela a colocar sua culpa nos outros, e que também não entende nada de democracia, ontem Cristina Kirchner, presidente da Argentina afirmou que (1) a recessão pela qual passa seu país é causada pelo baixo crescimento do Brasil e (2) Obama, presidente dos EUA, poderia interceder pela Argentina na questão do calote que argentino, pois teria a prerrogativa de intervir em decisões de juízes norte-americanos.

 

Ressaltando que os juros brasileiros estão altos o suficiente para inibir a atividade econômica, mas baixos o suficiente para trazer a inflação para o centro da meta, Luís Stuhlberger, prestigiado diretor do Credit Suisse Hedging-Griffo, afirmou que o BC brasileiro está em uma "armadilha ruim" e que a Selic deve se manter entre 11% a 12% ao ano neste ano e em 2015, independentemente de quem vencer as eleições.

 

Com cerca de 70% do dinheiro vindo de bancos estatais, ontem Paulo Rogério Caffarelli., secretário executivo do Ministério da Fazenda, afirmou que a segunda rodada de empréstimos para socorrer as distribuidoras de energia elétrica será de R$ 6,6bi.

 

Animando os exportadores brasileiros, Nikolai Fyodorov, ministro da Agricultura da Rússia, disse ontem que o país vai compensar a proibição de importação de alimentos e produtos agrícolas da União Europeia e dos EUA com um maior fornecimento de carne do Brasil e de queijo da Nova Zelândia.

 

Diante da manutenção do aumento da renda dos mais pobres, a rede de farmácias Raia Drogasil anunciou que teve lucro líquido ajustado de R$ 73,8mi no segundo trimestre deste ano, o que representa uma alta de 25,8% sobre o resultado de um ano antes.

 

Como fruto da apatia do mercado doméstico de capitais e da ausência de novas listagens no mercado acionário, causados pela péssima condução da economia brasileira, no segundo trimestre deste ano o lucro da BM&FBovespa caiu quase -30% na comparação com o mesmo período de 2013.

 

Apesar do governo garantir, de forma irresponsável, que o risco é zero, segundo uma pesquisa recente, exatos 75% dos brasileiros acreditam que haverá escassez e racionamento de energia ainda neste ano e para 88% é necessária uma campanha imediata para a conservação de energia, com a finalidade de evitar que ameaças de abastecimento se tornem um problema crônico.

 

Impulsionada pelo aumento na produção dos reservatórios no pré-sal, todos operados pela Petrobras, e pela adoção de novas técnicas de exploração pela Shell, em JUN/14 a produção brasileira de petróleo atingiu o recorde histórico de 2,245mi de barris por dia, o que representa um aumento de 2,5% na comparação com o resultado de MAI/14.

 

Mostrando otimismo com o mercado chinês, que já absorve metade do seu minério de ferro, ontem a Vale anunciou que até 2018 quer dobrar o volume atual de exportações de para a china, atingindo 300 milhões de toneladas ao ano.


Política:

 

Mostrando que "a batata da presidenta está assando aos poucos", na pesquisa divulgada ontem Dilma manteve os 38% das intenções de voto e tem 36% de rejeição, já Aécio Neves, do PSDB, subiu de 22% para 23% e tem 19% de rejeição, já Eduardo, do PSB, subiu de 8% para 9% e tem 9% de rejeição.

 

Usando a "politica do medo", ontem a presidenta Dilma afirmou, em sua manifestação mais crítica aos seus adversários, que Aécio de Eduardo Campos planejam acabar com a atual política de reajuste do salário mínimo para conter a alta da inflação.

 

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de inquérito para investigar o deputado federal Rodrigo Bethlem, do PMDB do RJ, pelos crimes de corrupção passiva, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

 

Coincidentemente após Joaquim Barbosa se aposentar de maneira precoce, ontem Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal, acatou pedido da defesa do ex-presidente do PT José Genoino e determinou que ele deixe o presídio da Papuda e cumpra, em casa, o resto de sua pena de 4 anos e 8 meses por corrupção no processo do mensalão.


Crítica:
 

Apesar da aparente, e quiçá irresponsável, despreocupação dos EUA e dos países da Europa, ontem a Organização Mundial da Saúde declarou que o surto de ebola na África Ocidental, que é já é o maior da história, é uma emergência de saúde pública internacional, que exige uma resposta extraordinária para ser contido.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 



Nenhum comentário:

Postar um comentário