R.B. 5/MAI/14 ''Falta de capacidade gerencial''


R.B.

"Falta de capacidade gerencial "

 

São Paulo, 5 de maio de 2014 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo diante das perdas nas demais bolsas mundiais e mesmo após fechar o pregão anterior no maior patamar desde 19/NOV/13 (aos 52.980pts), com o ‘’mercado comemorando’’ mais uma queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante do aumento das tensões da Ucrânia.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,6%, na maior alta diária dos últimos 30 dias, com destaque positivo para a Petrobrás (5,1%), impulsionada por ‘’rumores’’, que posteriormente foram confirmados, de uma nova pesquisa eleitoral revelando queda nas intenções de voto da presidenta Dilma e (2) o DÓLAR caiu -0,7% à R$ 2,21, acompanhando a melhora do ‘’humor’’ na Bovespa e influenciado pela avaliação dos investidores de que os dados de emprego nos EUA dão respaldo à política do FED (‘’BC” dos EUA) de retirar gradualmente as medidas de estímulo econômico.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,2% e China -0,3%, em compasso de espera antes da divulgação do payroll nos EUA, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,2%, França -0,9% e Alemanha -0,5%, em direções divergentes, divididas entre a publicação de indicadores que mostraram sinais de recuperação em ambos os lados do Atlântico e a nova elevação das tensões na Ucrânia e (3) dos EUA, S&P -0,1%, DJ -0,3% e NASDAQ %, realizando lucros recentes e refletindo o aumento da tensão entre a Ucrânia e a Rússia, mesmo com o anuncio de recuo no nível de desemprego do país.

 

Mais uma vez criticando a presidenta do Brasil, na sua edição deste final de semana o jornal britânico "Financial Times" comparou Dilma aos irmãos Marx, grupo de comediantes norte-americanos fez sucesso na década de 1920, ressaltando que entre suas "trapalhadas" estão os preparativos para a Copa do Mundo e a Olimpíada, o risco de desabastecimento de energia, a deterioração do cenário econômico e o reajuste do Bolsa Família, que estimula a já elevada inflação.

 

Provando mais uma vez que ‘’o cobertor é curto’’, após ‘’garantir’’ que a meta de superávit primário é um compromisso "irreversível", Mantega, ministro brasileiro da Fazenda, ‘’avisou’’ que o governo pode elevar os impostos sobre bens de consumo para compensar a alta de despesas com o reajuste nos benefícios do Bolsa Família.

 

Segundo José Olympio Pereira, presidente do banco Credit Suisse, atualmente o Brasil vive um paradoxo, pois apesar do grande descrédito no país em relação à economia, já que ninguém apoia a atual política econômica, há uma aposta de investidores estrangeiros de que "tudo vai se acertar" e com isto o volume de investimento estrangeiro direto continua em patamar alto, podendo superar os U$S 55bi este ano.

 

Com um caixa de US$ 49bi, o megainvestidor norte-americano Warren Buffett ‘’avisou’’ que se prepara para realizar novos negócios com a 3G Capital, fundada pelos empresários brasileiros Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles.

 

De acordo com a última prévia divulgada pela BM&FBovespa, no novo Ibovespa, que entra em vigor hoje e que confirma a ascensão do setor de serviços no Brasil,  o peso das ações do Itaú vai subir de 6,5% para 10,0%, o peso das ações do Bradesco vai subir de 5,3% para 7,6% e o peso das ações da Petrobrás cairá de 8,1% para 7,5%.

 

Apesar de registrar um superávit comercial de US$ 506mi em ABR/14, que foi fruto de uma alta de 5,2% nas exportação na comparação com ABR/13, a balança comercial brasileira ficou deficitária em US$ -5,56bi nos 4 primeiros meses deste ano, patamar ligeiramente melhor do que o registrado no mesmo período de 2013 (US$ -6,14bi).


Política:

 

Mais uma vez elevando a preocupação entre os petistas e animando a oposição, segundo a última pesquisa divulgada a presidenta Dilma, cuja rejeição já está em 42%, tem atualmente 34% das intenções de voto, contra 20% de Aécio Neves, do PSDB, 8,5% de Eduardo Campos, do PSB, 2,5% do Pastor Everaldo, do PSC, 1% de Rondolfe Rodrigues, do PSOL, e 0,5% e Eymael do PDC.

 

Enfrentando ‘’fogo amigo’’, a campanha de Eduardo Campos, do PSB, está preocupada com os efeitos negativo da repercussão de uma mensagem que circula na internet atacando o manifesto que define os princípios do seu partido, que foi feito em 1947 e que defende a "socialização dos meios de produção" e ‘’limites à propriedade privada’’.

 

Para tentar reduzir o coro ‘’volta Lula’’, durante a convenção do PT que lançou a pré-candidatura de Dilma, o referido ex-presidente ‘’garantiu’’ que a atual presidenta do país é sua candidata à reeleição.

 

A oposição no Congresso conta com a rebeldia do PMDB na Câmara para fazer investigações no âmbito da CPI mista da Petrobras que sejam capazes de ultrapassar a blindagem ao Palácio do Planalto.

 

O mineiro Bernardo Santana, líder do PR na Câmara, trocou a foto de Dilma que tinha no seu gabinete por uma de Lula e leu com a voz empostada um documento assinado por 20 dos 32 deputados do seu partido pedindo a volta do ex-presidente, o que agora começa a ser interpretado como uma forma de romper com o governo sem romper.

 

O encolhimento da indústria brasileira virou arma comum nas campanhas de Aécio e Eduardo Campos contra a presidenta Dilma, já que os dois pré-candidatos da oposição ao Planalto passaram a repetir, nas últimas semanas, que o país passa por um processo grave de desindustrialização.

 

Se modernizando e se aproximando da democracia participativa, após anunciar que será candidato ao Senado, o deputado federal Romário, do PSB, lançou uma ferramenta on-line para avaliação de seus projetos na qual caso um projeto de sua autoria tenha rejeição acima de 51% em seu site ele será retirado de tramitação.


Crítica:

 

Fazendo a diferença no mundo, nos últimos 5 anos o bilionário Bill Gates, fundador da Microsoft, já se desfez de 402 milhões de papéis da sua empresa, por cerca de US$ 11,5bi, com o único objetivo de conseguir fundos para filantropia, via fundação Bill e Melinda Gates.

 

Dando mais uma prova da ‘’falta de capacidade gerencial’’ do governo Dilma, a Ferrovia Transnordestina, que foi lançada em 2006 como uma das mais importantes obras para o país e que, com 1.700 km, prometia ser o grande escoador da produção da região Nordeste, já custa quase o dobro do previsto e só ficará pronta para uso em 2016, exatos 10 anos depois da obra iniciada.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário