R.B. 6/SET/13 ‘’Engordando o seu porquinho’’


R.B.

"Engordando o seu porquinho"

 

São Paulo, 6 de setembro de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subiu, ampliando mais um pouco a alta acumulada no mês (4,7%) e reduzindo mais um pouco da forte baixa acumulada no ano (14,1%), ainda acompanhando a redução das tensões e a divulgação de dados positivos nos EUA, na Europa, na Ásia e também do Brasil.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, mesmo depois de fechar o pregão anterior no menor patamar desde 18/AGO/13, influenciado pelos mesmos motivos que devem levar a melhora do ''humor'' na Bovespa e também pressionado pelos leiloes de venda do BC.

 

ONTEM

-    BOVESPA 1,2%, abriu em queda, para na mínima recuar –0,9%, porem, com bom volume de negócios (R$ 9,0bi), passou a subir na parte da tarde, para fechar o dia acima dos 52.000pts (aos 52.351pts), acompanhando a melhora do ''humor'' nas bolsas da Europa e dos EUA e também impulsionada pela forte alta das ações da Petrobrás (4,1%).

-    DÓLAR –1,4% à R$ 2,32, abriu em alta, para na máxima avançar 0,5%, porem passou a cair na parte da tarde, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e também a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado por ''rumores'' de uma forte entrada de recursos estrangeiros no País durante o dia.

-    Na ÁSIA, acompanhando os ganhos nas bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 0,1%, CORÉIA 1,0% e CHINA 0,2%, com destaques de alta para as exportadoras, como Toyota (1,7%) e Nissan (2,3%), beneficiadas pela valorização do dólar frente às moedas locais, porem com baixos volumes de negócios, diante da cautela antes da divulgação de importantes dados econômicos nos próximos dias.

-    Na EUROPA, revertendo as perdas acumuladas na abertura, INGLATERRA 0,9%, FRANÇA 0,7% e ALEMANHA 0,5%, sustentadas pela avaliação de que a manutenção das taxas básicas de juros pelo BC Europeu e pelo BC Inglaterra significa que a política monetária acomodatícia será mantida por mais algum tempo.

-    Nos EUA, também revertendo as perdas acumuladas na abertura, para fecharem em alta pelo terceiro pregão consecutivo, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,3%, beneficiadas pela divulgação de uma série de dados econômicos positivos, mas com o peso da cautela antes da divulgação do relatório de emprego do governo do país nesta sexta-feira.


Economia:

 

Na ata da sua reunião da semana passada, que foi divulgada ontem, o Copom afirmou que (1) se manterá vigilante com a trajetória de alta dos preços, (2) o controle da inflação no curto prazo reduz as incertezas sobre os preços no futuro, (3) a continuidade do ritmo de ajuste das condições monetárias é apropriada, (4) a alta do dólar dos últimos trimestres constitui fonte de pressão inflacionária, (5) o alto nível de empregos e a dinâmica salarial atual continua influenciando a alta dos preços e a insistência da inflação e (6) vê uma evolução favorável do balanço de gastos e receitas dos governos no sentido de não pressionar mais a inflação.

 

Dando 3 sinais positivos da economia brasileira, (1) nos 7 primeiros meses deste ano o número de participantes de consórcios cresceu 10% e o volume de negócios do setor aumentou 5,1%, ambos na comparação com igual período de 2012, (2) a associação dos fabricantes de veículos prevê um crescimento de 11,9% na produção de veículos no país neste ano em comparação com 2012 e (3) em AGO/13 as ações de despejo por falta de pagamento de aluguel caíram -20% em SP na comparação com AGO/12.

 

Diante da falta de interessados, ontem o BNDES anunciou que, para os projetos vencedores da terceira etapa de concessões de trechos de rodovia federais, anunciado há um ano mas que ainda não teve um leilão sequer, vai financiar até 70% dos investimentos obrigatórios previstos no plano de negócios das concessionárias vencedoras.

 

Confirmando que, apesar de seguir temendo investimentos mais arrojados diante da falta de confiança na política econômica do governo Dilma, o brasileiro tem e está ''engordando o seu porquinho'', nos 8 primeiros meses deste ano os depósitos nas cadernetas de poupança superaram os saques em R$ 42,2bi, resultado que é um recorde histórico para o período e que representa um aumento de 64,4% na comparação com o patamar alcançado no mesmo período de 2012 (R$ 27,2bi).

 

Ontem, durante a reunião do G20 na Rússia, os líderes do grupo Brics, formado por Brasil, Rússia, Índia e China, reclamaram, com toda a razão, da "estagnação" do processo de reforma do FMI, que supostamente é destinada a dar mais voz e voto aos países emergentes, e pediram que os EUA e os países da Europa impulsionem a demanda global e garantam que qualquer mudança na política monetária seja bem indicada para minimizar quaisquer "contágios" problemáticos que possam vir como resultado.

 

-    A Petrobrás subiu 4,1%, impulsionada (1) por ''rumores'' sobre a criação de uma possível conta-petróleo, à exemplo da Ecopetrol, na Colômbia, que reajusta preços mensalmente conforme a variação no mercado internacional e (2) pelo anuncio de descoberta de um indícios de petróleo em um poço em terra no Rio Grande do Norte.


Política:

 

Mostrando mais uma vez que ''se lixa'' para a opinião publica, o peemedebista Renan Calheiros, presidente do Senado, ''avisou'' para o também peemedebista Henrique Alves, presidente da Câmara, que não vai recuar da sua decisão de só analisar medidas provisórias no Senado, como a que acaba com o voto secreto no Congresso, se a Casa tiver pelo menos 7 dias para discuti-las.

 

Também ''se lixando'' para a opinião publica, o deputado petista José Genoino, que está muito próximo de ter sua condenação confirmada no julgamento do mensalão, encaminhou à Câmara um pedido de aposentadoria alegando que ficou "inválido" e que seu o estado de saúde dele recomenda repouso e inspira cuidados.

 

Ontem, após menos de 4 horas depois de dizer que não haveria tempo hábil para um plebiscito que resultaria numa reforma política com efeitos já nas eleições de 2014, Michel Temer, vice-presidente do Brasil, recuou e afirmou que o governo mantém a posição de que o ideal é a realização do plebiscito em data que altere o sistema político-eleitoral já nas eleições de 2014.

 

Diante da previsão de centenas de protestos por todo país, amanhã a Polícia Militar das grandes cidades brasileiras, para permitir um contingente maior de policiais nas ruas, vai reduzir o número de  oficiais desfilando nos tradicionais desfiles do Dia da Independência.


Crítica:

 

Ajudando a tornar ainda mais sustentável a matriz energética brasileira, a qualidade do vento, a elevada quantidade de dias no ano em que o sol brilha no Brasil e principalmente o subsídio dos empréstimos do BNDES estão atraindo cada vez mais projetos de geração de energia elétrica solar e eólica para o próximo leilão de energia do governo.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário