R.B. 24/AGO/12 ‘’Azarão’’


R.B.

"Azarão"

 

São Paulo, 24 de agosto de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode seguir em queda, porem sustentando o suporte dos 58.000pts, influenciada pela manutenção do ''humor negativo'' nos EUA e na Europa, porem deve-se ressaltar que este eventual recuo pode abrir uma boa oportunidade de compra, diante dos sinais de retomada da economia interna e do provável anuncio de novas medidas de estimulo econômico nos países do ''primeiro mundo''.

-    O DÓLAR deve seguir em alta, mesmo após 4 pregões consecutivos de alta, porem também deve-se ressaltar que é pequeno o potencial de alta da moeda norte-americana, principalmente diante da manutenção do fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,5%, já abriu em queda e, em um movimento de realização de lucros recentes, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia com o pior desempenho da semana, acompanhando o ''humor negativo'' dos mercados externos e o recuo das commodities.

-    DÓLAR 0,3% à R$ 2,02, já abriu em alta e, acompanhando a piora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de toda sessão, com os investidores ainda atentos ao BC, que voltou a atuar no mercado nesta semana indicando que quer a moeda norte-americana acima de R$ 2,00.

-    Na ÁSIA, nos maiores patamares em 2 semanas, JAPÃO 0,8%, CORÉIA 0,4% e CHINA 0,2%, ''animadas'' com a ata do Fed (''BC'' dos EUA), que aumentou as esperanças de novos estímulos, porem com os ganhos limitados pela divulgação de uma pesquisa sugerindo que o setor manufatureiro da China está contraindo.

-    Na EUROPA, realizando lucros recentes, em uma sessão volátil e novamente com baixo volume de negócios, INGLATERRA –0,1%, FRANÇA –0,8% e ALEMANHA –0,9%, com as preocupações sobre as perspectivas para a economia global afetando o sentimento dos investidores.

-    Nos EUA, também realizando lucros recentes, S&P –0,8%, DJ –0,9% e NASDAQ –0,7%, diante da redução das expectativas de ação de estímulo econômico do Fed (''BC'' local) e da divulgação de dados sobre as economias chinesa e da zona do euro indicando uma desaceleração na economia mundial.


Economia:
 
Pela ''enésima vez'' tentando passar otimismo apenas com retórica, ontem Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que a economia brasileira já está dando sinais consistentes de retomada e que o último trimestre deste ano fechará com um crescimento de 4%.
 
Preocupada em garantir a a retomada de fôlego da economia brasileira neste segundo semestre, está praticamente acertado que Dilma vai manter o foco no setor automotivo e prorrogar por mais 2 meses a redução de IPI para carros, que inicialmente venceria na próxima sexta-feira.
 
Confirmando que, mesmo com a crise nos países do ''primeiro mundo'', ''os gringos seguem apostando no Brasil'', em JUL/12 o investimento estrangeiro produtivo no Brasil disparou, já que segundo dados do BC o montante foi de US$ 8,4bi, patamar 40,7% maior que no mesmo mês de 2011.
 
Em um esforço para aumentar as opções de financiamento de longo prazo de projetos de infraestrutura, ontem o Conselho Monetário Nacional aprovou a flexibilização das regras das letras financeiras que poderão, a partir de NOV/12, conter cláusulas de recompra e revenda do papel, o que acontecerá a cada 180 dias.
 
Já influenciados pela forte alta do dólar, em JUL/12 os gastos dos brasileiros no exterior foram de US$ 2bi, o que representa uma redução de -10% na comparação com o registrado no mesmo mês do ano passado, porem pelo mesmo motivo os estrangeiros deixaram US$ 546mi no Brasil no mês passado, patamar 14,7% superior ao registrado em JUL/11.
 
Incentivando os investimentos no setor produtivo da economia, ontem o BNDES aprovou um financiamento de R$ 3,9bi para a Vale destinado ao projeto de expansão da logística que acompanha o aumento de produção da mineradora na região Norte do País, porem ressaltou que a verba só será concedida após a liberação da licença ambiental.
 

-    A Vale caiu -3,2%, novamente pressionada por sinais de desaceleração na China.

-    A Gerdau caiu -3,1%, após ter sua recomendação reduzida de "compra" para "neutra" pelo BTG Pactual.


Política:

 
Antigo defensor da aliança com o PSB do prefeito Márcio Lacerda até a véspera das convenções partidárias, o ex-ministro Patrus Ananias, que só saiu candidato à prefeito de BH por imposição de Lula, tem atualmente a metade das intenções de voto de Lacerda e em seus programas da TV critica a administração municipal em várias áreas, incluindo a Cultura, comandada pelos petistas até 1 mês atrás.
 
Considerado um ''azarão'', Celso Russomanno pode se eleger prefeito de SP, porem também pode não resistir à supremacia do tempo de TV e à força das máquinas federal, estadual e municipal que trabalham para levar a tradicional dicotomia entre PT e PSDB à reta final da disputa tida como a mais importante dessas eleições.
 
Segundo uma auditoria interna da PF de Brasília, Agnelo Queiroz, o governador petista do Distrito Federal, pagou R$ 7.500 para o policial militar João Dias Ferreira na mesma época em que o PM ameaçava delatar um esquema de desvio de recursos em convênios do Ministério do Esporte, quando o órgão era comandado por Agnelo.

Crítica:
 
Confirmando que seu país não concorda em jogar mais ''sujeira debaixo do tapete'', ontem Wolfgang Schauble, que é o ministro das Finanças da Alemanha, alertou que dar mais tempo à Grécia para que cumpra com o programa de ajuste não é uma solução para a crise.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário