R.B. 20/JUL/12 ''Partido das elites''


R.B.

"Partido das elites"

 

São Paulo, 20 de julho de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para fechar em território positivo pelo quarto pregão consecutivo, desta vez também beneficiada pela valorização das commodities no mercado internacional.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, com ''boas chances'' de testar o agora ''suporte'' dos R$ 2,00, novamente acompanhando o provável ''bom humor'' na Bovespa e o fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA 1,4% (aos 55.346pts), já abriu em alta e, ''animada'' com os sinais da ata do Copom de que a taxa básica de juros da economia brasileira seguirá em queda, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também influenciada pelo bom desempenho das demais bolsas mundiais.

-    DÓLAR -0,4% à R$ 2,01, já abriu em queda e manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também a melhora do ''humor'' na Bovespa.

-    Na ÁSIA, beneficiadas pelo bom desempenho das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 0,8%, CORÉIA 1,2% e CHINA 1,7%, com destaques de alta para as empresas do setor de tecnologia, beneficiadas pelos fortes resultados corporativos de importantes empresas norte-americanas.

-    Na EUROPA, nos maiores patamares dos últimos 4 meses, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 1,1%, com outra rodada de resultados corporativos melhores que o esperado surpreendendo investidores, como o da fabricante de celulares Nokia, que subiu 12,0% após reportar perdas trimestrais menores que as previstas.

-    Nos EUA, em alta pelo terceiro pregão consecutivo, S&P 0,3%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,8%, já que resultados trimestrais de empresas do setor tecnológico e expectativas de mais estímulos monetários ofuscaram dados econômicos fracos.


Economia:
 

Na ata da sua reunião da semana passada, na qual reduziu a Selic de 8,5% para 8,0%, o Copom indicou que o ciclo de queda da taxa de juros no Brasil ainda não terminou, principalmente por ressaltar que a recuperação da economia brasileira está mais lenta do que se esperava e que a inflação cada dia incomoda menos.

 

Em um sinal de austeridade, ontem, mesmo com os protestos nas ruas das principais cidades do país, o Congresso dos Deputados da Espanha ratificou as novas medidas de ajuste do governo, que incluem a alta do Imposto sobre Valor Agregado e a diminuição do valor do auxílio-desemprego, entre outras, para economizar quase US$ 80bi ao ano. 

 

Como fruto do aumento dos ''temores'' com a crise mundial, (1) o índice de empresas que esperam uma redução no número de funcionários subiu de 3% em JUL/11 para 8% em JUL/12 e (2) em JUN/12 o índice de confiança do varejo paulista teve retração de -6,3% na comparação com MAI/12.

 

Com medidas como a implementação de planos de desenvolvimento turístico, a realização de campanhas para promover a atividade internamente e a ampliação das linhas de crédito, o governo Dilma pretende aumentar em 47,5% a receita gerada pelo turismo internacional até 2015.

 

Podendo estimular o governo a elevar o percentual do álcool na gasolina, e assim contribuir com o controle da inflação, a produção de etanol nesta safra pode ser maior do que a prevista inicialmente devido ao alto volume de chuvas durante a colheita da cana.

 

Alegando que está sendo prejudicada pelas condições adversas do mercado financeiro mundial, ontem a Biosev, divisão de bioenergia no Brasil da multinacional francesa de agronegócio Louis Dreyfus, resolveu suspender por tempo indeterminado sua oferta pública inicial de ações no país, com a qual poderia levantar até mais de R$ 1bi.

 

-    A Rossi Residencial disparou 9,1%, a Gafisa avançou 6,6%, a PDG Realty subiu 4,9% e a MRV teve alta de 4,3%, recuperando perdas recentes e diante das ''apostas'' de novas reduções da Selic.

-    A TIM caiu -8,8%, ainda repercutindo a decisão da Anatel de suspender a venda de novas linhas e também de serviços da empresa.


Política:
 
Dando um exemplo de como será ''suja'' a campanha pela prefeitura de SP, ontem, durante uma caminhada no centro, Haddad, candidato do PT, foi abordado por 4 militantes tucanos que, com cartazes, protestavam contra a greve nas universidades federais.
 
Confirmando porque é chamado de ''partido das elites'', os 36.000 políticos do PSDB que disputam as eleições municipais de 2012 têm um patrimônio somado de R$ 7 bilhões, ou R$ 196 mil por candidato, média per capita 46% mais alta do que a média geral de todos os partidos e também 57% maior na comparação com os bens declarados pelos seus rivais do PT.
 
Como consideram que os ''nobres juízes'' são pessoas ''diferenciadas e especiais'', os Tribunais de Justiça ainda resistem à divulgação dos salários individualizados de magistrados e servidores em todo o Brasil, como prevê o regulamento da Lei de Acesso.
 
A Polícia Federal divulgou gravações inéditas da investigação Monte Carlo, que revelam que o secretário da Segurança Pública de Goiás, João Furtado, teria recebido propina do grupo do contraventor Carlinhos Cachoeira para conseguir liberar de verbas de contrato com a empreiteira Delta.

Crítica:
 
Para dar ''uma lição'' na empresa que colocou em dúvida a possibilidade de se explorar de maneira segura o pré-sal, a Agência Nacional do Petróleo ''avisou'' que será de cerca de R$ 40 milhões a multa aplicada à petrolífera norte-americana Chevron por causar um vazamento de petróleo ao perfurar um poço na bacia de Campos em NOV/11.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário