R.B. 15/MAI/12 ''Lição de humanidade''


R.B.

"Lição de humanidade"

 

São Paulo, 15 de maio de 2012 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando um repique após fechar o pregão anterior com a maior queda percentual desde 22/SET/11, acompanhando a leve melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais.

-    O DÓLAR pode cair, também em um ''ajuste técnico'' após a forte alta de ontem, influenciado pela provável atuação na ponta vendedora por parte dos exportadores, que devem aproveitar o elevado patamar da moeda norte-americana.

 

ONTEM

-    BOVESPA -3,2%, já abriu em queda e, contaminada pelas incertezas externas, principalmente na Grécia e na China, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o pregão no menor patamar do dia e também no menor patamar do ano (aos 57.539pts).

-    DÓLAR 1,8% à R$ 1,99, já abriu em queda e, também acompanhando a forte piora do cenário externo, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia no maior patamar desde 13/JUL/11.

-    Na ÁSIA, iniciando um movimento de perdas que se estendeu para as demais bolsas mundiais, JAPÃO -0,2%, CORÉIA -0,3% e CHINA -0,6%, também prejudicadas pela estratégia, considerada tardia, da China de afrouxar políticas monetárias.

-    Na EUROPA, recuando para os menores patamares dos últimos 4,5 meses, INGLATERRA -2,0%, FRANÇA -2,3% e ALEMANHA -1,9%, após negociações para formação de um governo grego fracassarem por mais uma vez no fim de semana, o que alimentou as perspectivas de uma saída do país da zona do euro.

-    Nos EUA, em baixa pelo quarto pregão nos últimos 5 e atingindo os menores patamares desde FEV/12, S&P -1,1%, DJ -1,0% e NASDAQ -1,1%, prejudicadas pela piora na situação política na zona do euro e pela possibilidade de que a economia chinesa esteja sofrendo uma desaceleração maior do que a prevista.


Economia:
 

''Descartando e desdenhando'' eventuais pressões inflacionárias, ontem Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que a alta do dólar não preocupa o governo, pois beneficia a economia brasileira, dando mais competitividade ao produtos brasileiros.

 

Diante da piora do cenário externo, o ''mercado'' (1) reduziu, de 8,5% para 8,0%, suas ''apostas'' para a Selic no final deste ano, (2) diminuiu, de 3,23% para 3,20%, suas ''apostas'' para o crescimento do PIB brasileiro em 2012 e (3) aumentou, de 5,12% para 5,22, suas estimativas para o IPCA deste ano.

 

Evitando uma temida recessão, a Alemanha, que ao que tudo indica é o único país sério da zona do Euro, anunciou hoje pela manhã que sua economia cresceu 0,5% no primeiro trimestre deste ano, impulsionada pelo comércio exterior e pela demanda interna, que compensaram a redução nos investimentos.

 

Elevando os temores mundiais, ontem a agência de classificação de risco Fitch anunciou provavelmente fará um rebaixamento da sua ''nota'' para a dívida soberana da China no próximo ano devido aos problemas de dívidas do setor bancário e dos governos locais do país.

 

Para se aproveitar do elevado patamar do dólar, como a colheita de soja está praticamente encerrada no Brasil, os exportadores da referida oleaginosa estão acelerando o ritmo dos embarques, com isto na semana passada os embarques cresceram 20% em relação à semana anterior.

 

Prejudicadas pela forte alta do dólar e pela alíquota adicional do IPI incidente sobre as unidades estrangeiras, em ABR/12 as vendas de veículos importados de marcas sem fábrica no país caíram -28,1% na comparação com ABR/11.

 

''Estimulado'' pela concorrência dos bancos públicos, ontem o Santander Brasil anunciou a redução das taxas de juros de seus empréstimos, como o do crédito rotativo do cartão de crédito, de 14,49% para 9,90% mensais, a as taxas de administração de 3 fundos de investimentos, como o Extra Plus DI de 3,00% para 2,00% ao ano.

 

''Apostando'' no crescimento da renda e no bom desempenho da economia interna brasileira, ontem a Brasil Foods anunciou que fará um investimento de R$ 4mi na construção e instalação de um entreposto de coleta e resfriamento de leite, para reforçar sua produção dos queijos.

 

-    A Petrobras caiu -2,2%, prejudicada pelo recuo de -1,1% do contrato de petróleo com vencimento em JUN/12.

-    A Vale recuou -1,7%, acompanhando as baixas nos contratos futuros de metais básicos negociados na London Metal Exchange.


Política:
 
Mostrando que a ''rede de amigos'' de Carlinhos Cachoeira também se estende ao poder judiciário, ontem o ''nobre'' ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello, que aliás é primo de Collor, autorizou pedido da defesa do bicheiro e suspendeu o seu depoimento na CPI, que estava marcado para hoje.
 
Sem ''paciência'' para esperar o Congresso Nacional legislar sobre o assunto, ontem a presidenta Dilma anunciou que vai baixar decreto estendendo os efeitos da Lei da Ficha Limpa para os cargos no Executivo federal.
 
Alegando infidelidade partidária, Sandra Cureau, vice-procuradora-geral Eleitoral, enviou ao Tribunal Superior Eleitoral um parecer defendendo que o deputado Gabriel Chalita, candidato à prefeito pelo PMDB, perca seu mandato na Câmara por infidelidade partidária.
 
Apesar de ser filiado ao PSD, partido de Kassab que apóia Serra, ontem Meirelles, ex-presidente do BC e atual presidente do conselho de administração da holding J&F, participou de um jantar em homenagem a Haddad, o candidato do PT à Prefeitura de SP.
 
Ontem, após retomar suas atividades no Senado depois de licença médica de 30 dias, o senador peemedebista José Sarney ''garantiu'' que a CPI do Cachoeira não vai interferir nos trabalhos do Congresso.

Crítica:
 
Dando uma ''lição de humanidade'' para Bush e Obama, Blake Allison, ex-marido de uma das vítimas do 11/9, quer evitar que os acusados do maior ataque terrorista em solo norte-americano da história dos EUA sejam condenados à morte, ressaltando que são se pode matar hoje para buscar a paz amanhã.
 
Finalmente percebendo que não é prudente deixar uma raposa tomando conta do galinheiro, ontem o senador norte-americano Bernie Sanders afirmou que Jamie Dimon, executivo-chefe do JP Morgan, deveria renunciar a seu posto no conselho do Fed regional de NY.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário