R.B. 10/JAN/12 ''O lado bom das coisas ruins''


R.B.

"O lado bom das coisas ruins"

 

São Paulo, 10 de janeiro de 2012 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, com boas chances de fechar a semana acima dos 60.000pts, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também impulsionada pela valorização das commodities.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, com ''boas chances'' de fechar este primeiro mês do ano próximo ou abaixo dos R$ 1,80, influenciado pela melhora do ''humor'' na Bovespa e pelo crescimento do fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,8%, já abriu em alta e, mesmo com as perdas nas bolsas da Europa e baixo volume de negócios (R$ 4,6bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, impulsionada principalmente pelo bom desempenho das ações da Petrobrás (1,4%).

-    DÓLAR -0,9% à R$ 1,83, abriu ''de lado'', para na máxima avançar 0,2%, porem logo passou a cair, acompanhando o ''humor'' positivo na Bovespa e a expectativa de novas entradas de recursos externos.

-    Na ÁSIA, ainda com baixos volumes de negócios, JAPÃO não teve pregão devido a feriado local, CHINA 3,7%, com os investidores respondendo às declarações positivas feitas pelo primeiro-ministro Wen Jiabao no fim de semana, de que o governo central irá dar apoio aos mercados acionários e CORÉIA -0,9%, com as persistentes dúvidas sobre a Europa ofuscando os dados de emprego dos EUA melhores que os esperados, divulgados na sexta-feira.

-    Na EUROPA, mesmo com a valorização nas bolsas dos EUA, INGLATERRA -0,7%, FRANÇA -0,3% e ALEMANHA -0,7%, prejudicadas pela divulgação de um dado pior que o esperado sobre a produção industrial alemã e também pela falta de confiança passada após o encontro entre a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, porem com baixo volume de negócios, S&P 0,2%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,1%, com investidores mantendo-se cautelosos antes da divulgação de resultados de empresas e leilões da dívida européia nesta semana.


Economia:
 

Mostrando, logo na segunda pesquisa do ano, um pouco mais de otimismo, o ''mercado'' reduziu, de 5,32% para 5,31%, sua projeção de inflação medida pelo IPCA em 2012 e manteve em 3,3% sua estimativa de crescimento do PIB neste novo ano.

 

Achando ''o lado bom das coisas ruins'', segundo Salomão Quadros, economista da FGV, a freada da economia global na esteira da crise européia fez a inflação desacelerar com força nos últimos meses de 2011 e deve garantir um "cenário mais tranqüilo" para os índices de preços tanto ao consumidor como no atacado, permitindo inclusive que o Copom siga cortando a taxa básica de juros da economia brasileira na sua próxima reunião.

 

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em NOV/11 a demanda de passageiros pelo transporte aéreo doméstico cresceu 9,62% na comparação com o mesmo mês do ano anterior e (2) em 2011 o consumo per capita de frango no Brasil ultrapassou, pela primeira vez na história, o consumo dos EUA, maior produtor mundial.

 

Desestimulando os já poucos investimentos no setor, ontem a Agência Nacional de Transportes Terrestres colocou em consulta pública sua proposta de revisão das tabelas dos tetos tarifários aplicados pelas concessionárias de ferrovias, que pode chegar a -15% para cargas gerais e a -40% para cargas mais pesadas.

 

Com exportações -2,3% menores que no mesmo período de 2011 e importações 3,3% maiores na mesma base de comparação, a balança comercial brasileira fechou a primeira semana de 2012 acumulando um déficit de US$ 105mi.

 

-    A Vanguarda subiu 9,4%, após a notícia de que o BTG Pactual adquiriu 10,9% das ações ordinárias em circulação da companhia.

-    A Brasil Foods caiu -1,9%, após o banco J.P.Morgan reduziu sua indicação para a ação da empresa.


Política:
 
Ontem, mesmo contrariando a opinião de boa parte dos filiados a legenda, pouco mais de um mês após sua saída do Ministério do Trabalho, Carlos Lupi reassumiu a presidência do PDT para cumprir seu mandato que vai até 2013.
 
Mostrando confiança para se manter no cargo, apesar das suspeitas de favorecimento ao seu Estado, Pernambuco, Fernando Bezerra, ministro da Integração Nacional, afirmou ontem que teve uma "boa e longa conversa" com a presidenta Dilma e que recebeu o apoio dela.
 
Fazendo uma análise competente dos fatos, ontem José Dirceu, ex-ministro de Lula e réu do processo do mensalão, atribuiu ao "isolamento e confusão" da oposição tucana a proposta de Kassab, prefeito de SP, de se aliar aos petistas na eleição municipal de OUT/11.
Crítica:
 
Representando uma enorme estupidez em um país com milhares de iletrados, segundo um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário a tributação do material escolar básico, comprado pelos país no inicio do ano, pode chegar a 47,5% do valor.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário