R.B. 7/NOV/11 ''Atendimento individualizado''


R.B.

"Atendimento individualizado"

 

São Paulo, 7 de novembro de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, ampliando as perdas já acumuladas na semana passada (-1,4%), influenciada pela renuncia do primeiro ministro grego, que voltou a prejudicar a situação da Europa, aonde as bolsas abriram esta semana com fortes perdas.

-    O DÓLAR pode subir, seguindo a nova piora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que a tendência da moeda norte-americana continua sendo de que, principalmente diante do ainda elevado patamar da taxa real de juros da economia brasileira (cerca de 5,5% ao ano).

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 0,8%, abriu em queda, para na mínima recuar -1,1%, porem, mesmo com as perdas das demais bolsas mundiais, passou a subir na parte da tarde, beneficiada pela valorização das commodities.

-    DÓLAR 0,1% à R$ 1,74, já abriu ''de lado'' e, dividido entre o bom desempenho da Bovespa e o novo aumento das tensões externas, manteve a trajetória indefinida ao longo de todo pregão, para fechar a semana acumulando uma valorização de 3,4%.

-    Na ÁSIA, ainda diante da esperança de que a Grécia abandonasse o referendo proposto sobre a ajuda externa ao país, JAPÃO 1,9%, CORÉIA 3,3% e CHINA 0,8%, com destaques de alta para as ações das empresas do setor de matérias-primas, com alta no cobre e no petróleo.

-    Na EUROPA, em mais um dia de perdas, INGLATERRA -0,3%, FRANÇA -2,2% e ALEMANHA -2,7%, refletindo os temores em relação ao futuro da Grécia e da Itália, em um clima generalizado de incertezas na zona do euro que não foi dissipado pela reunião do G20 em Cannes.

-    Nos EUA, quebrando uma série de 4 semanas consecutivas de ganhos, S&P -0,6%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,4%, já que a instabilidade política ressurgiu na Europa e os investidores aguardaram um voto de confiança na Grécia após o fechamento dos mercados.


Economia:
 
Confirmando mais uma vez a crescente credibilidade externa da economia brasileira, na sexta-feira passada o Brasil, indiferente à crise da dívida de vários países desenvolvidos, vendeu US$ 1bi em títulos de 30 anos no exterior com a menor taxa já obtida pelo país com um papel com esse prazo (4,694% ao ano).
 
Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) nos 10 primeiros meses deste ano o movimento dos consumidores nas lojas em todo o país cresceu 9,1% na comparação com o mesmo período de 2010, (2) segundo estimativas dos lojistas, as vendas em shoppings devem ter um crescimento real de 6,5% neste Natal em relação ao mesmo período de 2010.
 
Como, diante da instabilidade externa, os gestores profissionais não tem ''acertado a mão'', o setor de fundos de investimento amargou saída líquida de R$ -10,9bi em OUT/11, com destaque para os resgates dos fundos multimercados, que perderam R$ -6,2bi no´referido período.
 
Classificando como  "pessimistas" as estimativas de crescimento para o Brasil ao redor de 3,5% no ano que vem, Nelson Barbosa, secretário-executivo do Ministério da Fazenda, ''avisou'' que a projeção oficial do governo e que está no projeto de Orçamento enviado ao Congresso é de uma expansão da economia de 5% em 2012, ressaltando que,  graças aos estímulos já colocados na economia, o aumento do PIB no próximo ano será de no mínimo 4%.
 
Apresentando mais uma amostra da crescente força do agronegócio no Brasil, nos 9 primeiros meses deste ano as vendas de defensivos agrícolas no país atingiram R$ 8,2bi, o que representa um aumento de 8% na comparação com igual período de 2010 e supera os gastos do setor nos EUA.

Política:
 
Justamente no início da semana em que o governo tenta votar, em primeiro turno, a prorrogação da emenda constitucional da Desvinculação das Receitas da União, os partidos de oposição na Câmara defenderam no domingo a demissão do ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, acusado pela Veja de ter assessores que cobrariam propina de 5% a 15% a ONGs contratadas para oferecerem cursos de capacitação.
 
A denuncia que há um descontrole nos convênios do Ministério do Trabalho e Emprego com ONGs fez com que parlamentares do próprio PDT engrossassem o coro de cobrança de explicações ao ministro Carlos Lupi, presidente licenciado da legenda.
 
Os atrasos nos projetos de estádios e aeroportos vão fazer o país gastar, no mínimo, R$ 720mi a mais para realizar a Copa do Mundo de 2014, montante seria suficiente para a construção de um novo estádio.
 
Seguindo Marta, sua ex-mulher, o senador petista Eduardo Suplicy retirou ontem sua pré-candidatura à Prefeitura de SP e também anunciou apoio ao ministro da Educação Fernando Haddad, que é o preferido de Lula.
 
Apesar de seu partido, o PSB, já ter fechado apoio à reeleição do peemedebista Eduardo Paes, Romário, deputado federal e ex-jogador de futebol, ''avisou'' que vai se lançar candidato a prefeito do Rio nas eleições de ano que vem.

Crítica:
 
Indicando que um ''atendimento individualizado'', alem de obviamente ser melhor e mais eficiente, muitas vezes também é mais econômico, segundo um estudo da TOA Technologies, o consumidor brasileiro perdeu, em média, no último ano, R$ 505 esperando serviços em domicílio, como reparos a TV a cabo, internet, telefone, e entrega de móveis, já as empresas perderam, em média, R$ 274 para cada cliente insatisfeito que cancelou o contrato.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário