R.B. 20/JUL/11 ''De tão boa parece até mentira''


R.B.

"De tão boa parece até mentira"

 

São Paulo, 20 de julho de 2011 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, podendo recuperar o patamar dos 60.000pts até o final desta semana, ''aliviada'' com a redução das tensões externas e acreditando que a economia brasileira seguirá crescendo de forma sustentável.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, rumo aos R$ 1,55, também acompanhando a redução das ''tensões externas'' e internamente influenciado pela já espera elevação da Selic, de 12,25% para 12,50%, na reunião do Copom que termina hoje.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,4%, já abriu em alta e, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também beneficiada pela valorização dos preços das commodities.

-    DÓLAR -0,7% à R$ 1,56, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e nas demais bolsas do mundo, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também já esperando uma nova elevação da Selic na reunião do Copom que termina hoje.

-    Na ÁSIA, seguindo as perdas das demais bolsas mundiais no dia anterior, JAPÃO -0,9%, novamente com destaques de queda para as exportadoras, diante dos ''temores'' com o desempenho da economia dos EUA e da conseqüente valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA -0,7%, prejudicada pelas persistentes preocupações domésticas com a inflação elevada e a desaceleração do crescimento e CORÉIA -0,1%, pressionada pelas ações de empresas do setor químico, incluindo refinarias de petróleo, diante da preocupação de que a Agência Internacional de Energia faça mais uma liberação de seus estoques de emergência, o que reduziria os preços e os lucros destas companhias.

-    Na EUROPA, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY e também beneficiadas pela expectativa de um possível novo pacote de ajuda financeira à Grécia, INGLATERRA 0,6%, FRANÇA 1,2% e ALEMANHA 1,2%, também impulsionados pelos resultados financeiros positivos das companhias européias e norte-americanas e pela recuperação parcial nos papéis de bancos.

-    Nos EUA, com do DJ registrando sua maior alta percentual desde DEZ/10, S&P 1,6%, DJ 1,6% e NASDAQ 2,2%, antecipando um desfecho positivo nas conversações entre republicanos e democratas em torno da dívida federal e beneficiadas pela divulgação de uma série de resultados de empresas, em sua grande maioria melhores que o previsto.


Economia:
 

Hoje, com cerca de 90% do ''mercado apostando'' em uma elevação de 0,25%, termina a reunião do Copom, na qual a taxa básica de juros da economia brasileira, cuja principal utilização é para o controle da inflação, subirá para 12,5%.

 

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em JUL/11, diante de um mercado de trabalho ainda aquecido, o índice de Intenção de Consumo das Famílias cresceu 2,2% na comparação com MAI/11, (2) em JUN/11 arrecadação de tributos federais aumentou 23,0% na comparação com JUN/10, (3) mesmo com os aumentos da Selic, a demanda das empresas por crédito cresceu 1,5% no primeiro semestre ante igual período no ano passado e (4) em JUN/11 a  taxa de desemprego no Brasil ficou em 6,2%, abaixo dos 6,4% apurados em MAI/11 e dos 7,5% registrados em JUN/10.

 

Impulsionados pela elevação da Selic e pela conseqüente desvalorização das ações na Bovespa, primeiro semestre do ano os investimentos nos títulos públicos pelo Tesouro Direto atingiram R$ 1,8bi, valor 82,16% maior que o registrado no mesmo período de 2010.

 

Com destaque positivo de captação para os fundos de renda fixa, cuja captação liquida ficou positiva em R$ 49,8bi, e destaque negativo de resgates para os fundos de renda variável, onde ocorreram saques de R$ -31,8bi, no final de JUN/11 a indústria de fundos brasileira atingiu um patrimônio líquido de R$ 1,8tri, com isto o saldo deste semestre está -12,2% abaixo do registrado no mesmo período em 2010, mas é quase o dobro do total captado em todo o ano de 2009.

 

Como já tinha adiantado inclusive durante sua campanha presidencial, Dilma, nas véspera do lançamento do novo marco regulatório da mineração, decidiu fazer mudanças que devem desagradar às grandes empresas, aproximando o modelo de cobrança de royalties na mineração ao do setor de petróleo.

 

Beneficiado principalmente e pela ordem pelos setores agrícola, serviços, construção civil e comércio, em JUL/11, segundo o Ministério do Trabalho, o Brasil registrou a criação de 215.393 novos empregos, fechando assim com isto o primeiro semestre deste ano com saldo positivo de 1,4 milhão.

 

-    Abaixo do esperado (0,30%), porem acima do resultado anterior (0,19%), o IPC registrou inflação de 0,27% na segunda quadrissemana de JUL/11.


Política:
 
Finalmente copiando o que Lula fez quando perdeu as 2 eleições presidenciais para FHC, o PSDB ''avisou'' que prepara, para o próximo semestre, a criação de um "gabinete sombra" para fiscalizar as ações do governo em diversas áreas.
 
Fazendo uma promessa, que ''de tão boa parece até mentira'', ontem Sarney, presidente do Senado e ex-presidente da República, ''avisou'' que não concorrerá novamente a cargos eletivos depois de concluir o atual mandato, que vai até 2014.
 
Mostrando um elevado grau de descontentamento, o deputado mineiro Lincoln Portela, que é líder do PR na Câmara, pediu ontem para Dilma usar a "mesma balança" para todos os partidos, principalmente na hora de afastar pessoas do Ministério dos Transportes por causa de denúncias de irregularidades na pasta.
 
Preocupado com o estilo de Dilma na condução da crise dos Transportes, Lula tem afirmado, em conversas reservadas com petistas, que teme que o rito sumário nas demissões e o temperamento da presidenta imponham riscos à governabilidade, levando-a ao isolamento.

Crítica:
 
Fazendo os EUA, também por conta da doença de Chavez, ''crescer os olhos'' para cima do país, segundo um relatório da Opep a Venezuela ultrapassou a Arábia Saudita e já em 2010 detinha as maiores reservas confirmadas de petróleo cru do mundo.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário