R.B. 8/FEV/11 ''Jogo de cena''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Jogo de cena"

São Paulo, 8 de fevereiro de 2011 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, ainda tentando iniciar um movimento de recuperação das perdas acumuladas no ano (-5,7%), acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e impulsionada manutenção das expectativas de bons resultados corporativos por parte das empresas brasileiras.
- O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'', influenciado pelas ''apostas'' de novas elevações da Selic e pelo fim do ''efeito surpresa'' da retomada dos leilões de swap cambial reverso e de compras a termo do BC.

ONTEM
- BOVESPA 0,1%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,0%, porem perdeu ''forças'' e manteve-se ''de lado'' na parte da tarde, ''aliviada'' com o desempenho positivo das bolsas de NY e sustentada pela recuperação das ações de bancos e do setor varejista, justamente as mais ''castigadas'' nos últimos pregões.
- DÓLAR 0,2% à R$ 1,68, abriu em queda, para na mínima atingir R$ 1,67, porem, pressionado pelos cada dia mais intensos leilões de compra do BC, passou a subir na parte da tarde, também influenciado pela elevação do risco-Brasil (2,5%).
- Na ÁSIA, ainda com poucos negócios, JAPÃO 0,5%, com as exportadoras, como Toyota (0,9%) e Nikon (2,0%), beneficiadas pela desvalorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e pela queda na taxa de desemprego dos EUA, CHINA permaneceu fechada por conta do feriado do Ano Novo Lunar e CORÉIA 0,5%, em um movimento de ''caça de barganhas'' principalmente no setor de tecnologia.
- Na EUROPA, seguindo a abertura positiva das bolsas de NY para fecharem nos maiores patamares desde SET/08, INGLATERRA 0,9%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 0,9%, impulsionadas pelo avanço das ações de empresas do setor de matérias-primas diante do fortalecimento recente nos preços de metais como o cobre e o estanho e da divulgação de balanços positivos.
- Nos EUA, se aproximando dos maiores patamares de 2,5 anos, S&P 0,6%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,5%, impulsionadas pela melhora das expectativas econômicas e por bons anúncios corporativos, como o da companhia industrial Danaher que comprou a empresa de diagnósticos médicos Beckman Coulter por cerca de US$ 6,8bi e o da companhia de perfuração de petróleo EnsCo que comprou a Pride International por cerca de US$ 7,3bi.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Como sabe que a discussão do preço internacional das commodities será um dos principais temas da reunião do G-20 que ocorrerá este mês na França, Dilma afirmou para Timothy Geithner, secretário do Tesouro dos EUA, que as commodities não devem ser responsabilizadas pelos desequilíbrios da economia internacional, ressaltando que o Brasil é contra qualquer medida de intervenção contra especulação nos seus preços.

Com o objetivo de frear o consumo dos brasileiros no exterior, que aliás em 2010 cresceu mais de 50% na comparação com 2009, o governo Dilma estuda elevar, de 0,38% para cerca de 4%, o IOF das compras no exterior com cartão de crédito.

Em busca de um discurso unificado para assim terem mais ''força'', os representantes de vários países emergentes fecharam uma reunião de seus ministros de Finanças no dia 18/FEV/11, exatamente 1 dia antes da realização da cúpula do G-20 em Paris.

Pressionando o Copom a seguir elevando a Selic, o ''mercado'' aumentou pela nova vez consecutiva, desta vez de 5,64% para 5,66%, suas ''apostas'' para o IPCA deste ano, porem por outro lado reduziu, de 4,70% para 4,61%, suas projeções para o mesmo índice de inflação em 2012.

Com um substancial crescimento de 15% nas vendas na comparação com JAN/10, em JAN/11 a associação das montadoras de veículos do Brasil uma produção histórica para o período de 261.777 unidades.

Contrariando as expectativas do ''mercado'', que no mesmo período do ano passado acumulou um déficit de US$ -351mi, até o final da semana passada a balança comercial brasileira registrava um superávit comercial de US$ 856mi.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Prometendo, se necessário for, irem para a rua protestar, as centrais sindicais, que aguardavam uma nova rodada de negociação com o governo, reagiram negativamente a acusação de "oportunismo" feitas por Lula, lembrando que ele e Dilma prometeram juntos, em plena campanha eleitoral, o aumento real do salário mínimo para 2011.

Fazendo uma enorme ''jogo de cena'', supostamente em reação às ameaças constantes de líderes peemedebistas por cargos no governo, um grupo de 12 deputados do PMDB decidiu abrir a primeira dissidência formal na bancada e lança nesta terça-feira um manifesto contra o fisiologismo do partido.

Em seu primeiro atrito com o Supremo Tribunal Federal, Marco Maia, presidente da Câmara, ''avisou'' que a Casa continuará cumprindo a lei que diz que os suplentes da coligação assumem quando o deputado titular se licencia, o que contraria liminares do STF que dado a vaga ao primeiro suplente do partido.

Dando um ótimo exemplo, Anastasia, o governador tucano de MG, enviou ontem à Assembléia Legislativa do Estado um projeto de lei que extingue as pensões vitalícias para ex-governadores e seus descendentes.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Confirmando porque não teria o apoio dos EUA para liderar a ONU, Lula afirmou, durante sua participação no Fórum Social Mundial do Senegal e já sem a cautela inerente ao cargo que deixou de ocupar em JAN/11, que os mesmos países que se preocupam com Fidel e com Chavez já sabiam há muito tempo que era preciso que voltasse a democracia no Egito, que é comandado, com o apoio das grandes potências, por Mubarak nos últimos 32 anos.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário