R.B. 10/FEV/11 ''Mais gente fina''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Mais gente fina"

Brasília, 10 de fevereiro de 2011 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, em um movimento de recuperação da forte e exagerada queda de ontem, já que o ''temido'' corte no orçamento federal já foi anunciado e mesmo assim as perspectivas para a economia brasileira permanecem positivas.
- O DÓLAR pode seguir em queda, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelas ''apostas'' de que, para segurar a inflação, o Copom terá que seguir elevando a Selic.

ONTEM
- BOVESPA -2,4%, já abriu em queda e, novamente com bom volume de negócios (R$ 7,5bi), fechou o dia com a maior queda percentual desde o final de NOV/10 e no menor patamar de dos últimos 6 meses (aos 64.217pts), diante (1) do anuncio de corte de R$ 50bi nos gastos públicos, (2) dos sinais de elevação da inflação e (3) da elevação dos juros na China.
- DÓLAR -0,3% à R$ 1,66, abriu em alta, para na máxima atingir R 1,67, porem, mesmo com os leilões de compra do BC, o ''péssimo humor'' na Bovespa e a elevação do risco-Brasil (3,0%), passou a cair na parte da tarde, diante das ''apostas'' de novas elevações da Selic, o que certamente elevará ainda mais o fluxo positivo de recursos externos.
- Na ÁSIA, assimilando o aumento dos juros na China, o segundo em apenas 6 semanas, JAPÃO -0,2%, CORÉIA -1,2% e CHINA -0,9%, com destaques de queda para as ações mais sensíveis a oscilações cambiais e à demanda chinesa.
- Na EUROPA, realizando lucros após se aproximarem das máximas dos últimos 29 meses, INGLATERRA -0,6%, FRANÇA -0,4% e ALEMANHA -0,1%, com destaques de queda para as ações de mineradoras, diante de preocupações com a alta de juro na China.
- Nos EUA, sem uma tendência única, S&P -0,3% e NASDAQ -0,3%, realizando lucros recentes, porem DJ 0,1%, revertendo uma abertura negativa para fechar em alta pelo oitavo pregão consecutivo, impulsionada principalmente pelo avanço de última hora no valor das ações do Bank of America
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Após anunciar um corte de R$ 50bi no Orçamento da União para este ano, media que visa principalmente controlar a inflação sem ter que subir muito mais os juros, Mantega, ministro da Fazenda, ''garantiu'' (1) que isso não vai provocar uma recessão na economia nacional, que segundo ele seguirá crescendo de forma sustentável, e (2) que os programas sociais não serão atingidos.

Influenciada pelas boas perspectivas para e economia brasileira e ''turbinada'' pela elevação da Selic, em JAN/11 a diferença entre os dólares que entraram e saíram do Brasil ficou positiva em US$ 15,5bi, o que é o segundo maior valor da série iniciada em 1982, atrás apenas dos US$ 16,5 bilhões registrados em JUL/07.

Com destaque positivo para a industria paulista, que acumulou alta de 10% no período, o IBGE informou que em 2010 a produção industrial brasileira cresceu em todas as 14 regiões pesquisadas na comparação com 2009.

Estimulada pelas perspectivas positivas para a economia brasileira e ''turbinada'' pelo elevado patamar do juros real no Brasil, em JAN/11 a diferença entre os dólares que entraram e saíram do país ficou positiva em US$ 15,5bi, o que representa o segundo maior valor da série iniciada em 1982, atrás apenas dos US$ 16,5bi registrados em JUN/07.

Com o Brasil mais uma vez podendo se destacar naquilo que faz de melhor, em 2011, diante do crescimento das áreas cultivadas e da menor influência do fenômeno La Ninã sobre essas culturas, o país deve colher uma safra de 153 milhões de toneladas de grãos, o que representará um novo recorde histórico de produção e um aumento de 2,6% em relação ao ciclo passado.

- A Net subiu 1,6%, mesmo após anunciar que seu lucro liquido no ano passado foi -58,3% menor que em 2009.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Para mostrar que é ''mais gente fina'' do que Dilma e que se preocupa com o ''povão'', Alckmin, o governador de SP, anunciou ontem que o novo valor do salário mínimo para o Estado será de R$ 600, o que deve beneficiar 1,4 milhão de pessoas.

Indicando que ''não é jogo de cena'' sua ameaça de sair do DEM para ingressar no PMDB, Kassab, prefeito de SP, vai entregar ao PC do B, aliado histórico do PT, a tarefa de organizar a Copa de 2014 na capital.

Dando um ''recado'' para os operadores políticos do governo, Dilma afirmou que enxerga o projeto do salário mínimo uma espécie de marco inaugural, ressaltando que sua votação servirá para mostrar quem é, de fato, aliado do governo no Congresso.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando que de nada adiantou assassinar Saddam e acuar Bin Laden, ontem Janet Napolitano, a secretária de Segurança Interna dos EUA, alertou que a ameaça de terrorismo contra o seu país permanece em seu nível mais elevado desde os ataques de 11/SET/01.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário