R.B. 10/JAN/11 "Novo pupilo"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Novo pupilo"

São Paulo, 10 de janeiro de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a cair, para fechar em baixa pelo terceiro pregão consecutivo, desta vez provavelmente abaixo dos 70.000pts, seguindo a nova piora do ''humor'' nas demais bolas mundiais, porem deve-se ressaltar que, diante da manutenção das perspectivas positivas para a economia brasileira, o patamar está atraente para compras.
- O DÓLAR pode subir, seguindo o provável ''humor negativo'' na Bovespa e nas demais bolsas mundiais e também pressionado pelos leilões de compra do BC, porem, principalmente diante das expectativas de elevação da Selic, a tendência da moeda norte-americana continua sendo de baixa.

SEXTA-FEIRA
- BOVESPA -0,7%, abriu em alta, para na máxima avançar 0,3%, porem, realizando lucros pelo segundo pregão consecutivo, passou a cair ainda na parte da manhã, após a divulgação de números frustrantes do mercado de trabalho norte-americano, novamente com destaques de queda para as ações de bancos, como Banco do Brasil (-2,4%), Itaú (-2,4%) e Bradesco (-1,7%).
- DÓLAR -0,1% à R$ 1,68, abriu em leve alta, para na máxima atingir R$ 1,69, porem, diante das ''apostas'' de elevação da Selic na próxima reunião do Copom, logo passou a cair, mesmo com a elevação do risco-Brasil (3,0%), os leilões de compra do BC e o ''humor negativo'' na Bovespa.
- Na ÁSIA, na ''contra-mão'' das demais bolsas mundiais, JAPÃO 0,1%, sustentada por ações de empresas do setor automotivo, em num pregão cauteloso antes de um feriado prolongado no país e de números importantes sobre o mercado de trabalho dos EUA, CHINA 0,5%, liderada pelos bancos e imobiliárias e CORÉIA 0,4%, com destaques de alta para a Samsung Electronics (1,0%), após divulgar uma boa estimativa de lucro operacional para o quarto trimestre de 2010.
- Na EUROPA, revertendo uma abertura positiva, INGLATERRA -0,6%, FRANÇA -1,0% e ALEMANHA -0,5%, pressionadas pela retomada das preocupações com a dívida de alguns países europeus e por dados que mostraram um aumento menor que o esperado no número de empregos nos EUA.
- Nos EUA, ainda realizando lucros do final do ano, S&P -0,2%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,2%, diante da divulgação de indicadores econômicos negativos e com destaques de queda para as empresas do setor financeiro, após um parecer jurídico que cancelou a execução de duas hipotecas.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Mais uma vez ''relevando o obvio'', Mantega, ministro da Fazenda, ''alertou'' que a guerra cambial está se transformando em uma guerra comercial, já que atualmente muitos países, principalmente EUA e China, manipulam suas moedas para dar uma espécie de ''subsídio velado'' às suas exportações.

Segundo 9 entre 10 economistas, as medidas anunciadas pelo BC para tentar conter a valorização do real, apesar de serem uma ação benigna de regulação macroprudencial, deverão ter um impacto limitado e de curto prazo, principalmente diante das expectativas de elevação da Selic na próxima reunião do Copom e da possibilidade de seguidas por medidas semelhantes em outros países emergentes.

Apresentando um número que começa a ficar preocupante, que é fruto da ampliação e da facilitação do crédito, segundo uma pesquisa do Ipea em DEZ/10 49,6% das famílias brasileiras estavam endividadas e 16% estavam inadimplentes.

Como reflexo da ampliação das fronteiras das empresas e dos empresário brasileiros, em 2010 o número de profissionais tupiniquins que viajaram ao exterior a trabalho cresceu 37% na comparação com 2009 e a participação do Brasil em eventos internacionais cresceu 15% na mesma base de comparação.

Dando sinais de que a inflação está perdendo ''força'', porem não o suficiente para fazer o Copom não elevar a Selic na reunião da próxima semana, em DEZ/10 o IPCA apontou inflação de 0,63%, ante 0,83% em NOV/10, acumulando com isto em 2010 uma alta de 5,91%, a maior variação desde 2004 e patamar superior ao centro da meta do governo de 4,5%.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Já mostrando quem apoiará em 2014, e assim colocando seu ''novo pupilo'' na posição de vidraça para o governo, FHC afirmou que ''a fila andou'' e que nas próximas eleições presidenciais o PSDB deve lançar Aécio Neves como seu candidato à presidência.

Confirmando que Kassab e Alckmin não conseguem dividir o mesmo espaço, o democrata dispensou tucanos do seu secretariado na prefeitura e o tucano não colocou nenhum aliado do prefeito no primeiro escalão do seu governo, com isto é bem provável que PSDB e DEM novamente disputem separados a prefeitura de SP, o que certamente será muito bom para o PT.

Como quem sai, principalmente se for derrotado pela oposição, geralmente não deixa as coisas em ordem, 6 dos 14 novos governadores do país dizem ter encontrado, ao tomarem posse no dia 1/JAN/11, os caixas de seus estados sem dinheiro suficiente para pagar os compromissos que vencem no começo do ano.

Dilma tem até o final desta semana para recuperar a confiança do PMDB e tentar evitar tumulto na sucessão da Câmara dos Deputados, pois crescem as possibilidades de sucesso de candidaturas dissidentes ao candidato oficial da base aliada, o petista Marco Maia.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Com o objetivo de garantir o domínio territorial sobre uma área em que as riquezas naturais escondidas vão além do petróleo na camada do pré-sal, o Brasil tem uma ambiciosa proposta de fincar um laboratório oceanográfico na mais remota fronteira marítima do país para afastar investidas de estrangeiros, como americanos, russos, alemães e japoneses, nos cobiçados mares do Atlântico Sul.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário