R.B. 5/NOV/10 "Primeira prioridade"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Primeira prioridade"

São Paulo, 5 de novembro de 2010 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, para fechar em alta pelo quinto pregão consecutivo, se aproximando à ''passos largos'' do maior patamar da história (73.516pts), com os investidores ''correndo para o risco'' em commodities, ações e moedas de países emergentes, ainda influenciados pela decisão do FED (''BC'' dos EUA) de abarrotar a economia com dólares.
- O DÓLAR deve seguir em queda, rumo aos R$ 1,65, já que com mais moeda norte-americana na economia mundial fica ainda mais atraente, mesmo com a alta do IOF, o diferencial entre os juros pagos no Brasil e os juros pagos nas principais economias.

ONTEM
- BOVESPA 1,5%, já abriu em alta e, seguindo o ''humor positivo'' das demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, novamente com ótimo volume de negócios (R$ 7,9bi), para fechar no maior patamar desde MAI/10 (aos 72.995pts), impulsionada principalmente pelos papéis de empresas baseadas em commodities, como a Petrobrás (1,8%).
- DÓLAR -1,3% à R$ 1,67, já abriu em queda e, ajustando-se ao pacote bilionário do BC norte-americano para estimular a economia local, manteve a trajetória negativa ao longo de todo pregão, para fechar o dia acumulando o maior "tombo" desde JUN/10.
- Na ÁSIA, nos maiores patamares do ano, JAPÃO 2,1%, CORÉIA 0,3% e CHINA 1,8%, impulsionadas pela alta dos preços das commodities e pelo anuncio de Fed (''BC'' norte-americano) de um novo programa de compra de bônus para estimular o crescimento dos EUA.
- Na EUROPA, nos maiores patamares desde de ABR/10, também ''embaladas'' pela decisão do BC norte-americano de injetar mais dinheiro na economia, INGLATERRA 1,9%, FRANÇA 1,9% e ALEMANHA 1,8%, com destaques de alta para empresas do setor de mineração, como Xstrata (6,9%) e BHP Billiton (6,4%).
- Nos EUA, atingindo os maiores patamares desde a quebra do banco Lehman Brothers, em 11/SET/08, S&P 1,9%, DJ 2,0% e NASDAQ 1,5%, também beneficiadas pela queda do dólar, que torna mais atrativos os ativos cotados na moeda norte-americana.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Criticando a decisão do FED (''BC'' dos EUA) de comprar US$ 600bi em títulos do governo norte-americano, (1) Mantega, ministro da Fazenda, classificou a ação como ''duvidosa", já que o crédito não está indo para a produção ou para o consumidor, (2) Meirelles, presidente do BC, mostrou-se preocupado com as consequências negativas para outros países, (3) Xia Bin, assessor do BC da China, ressaltou que enquanto o mundo não exercer restrição à emissão de moedas de reserva como o dólar, a ocorrência de outra crise é ''inevitável", (4) o Ministério das Finanças da Coréia do Sul disse que irá ''agressivamente'' considerar a adoção de controles de capital e (5) Lula considerou o ato uma "irresponsabilidade" e uma ''mediocridade política".

Segundo a revista britânica The Economist, os investidores internacionais ficarão ''muito animados'' caso 2 importantes nomes do governo Lula ocupem postos chave no mandato de Dilma, Henrique Meirelles, atual presidente do BC, e Palocci, ex-ministro da Fazenda que deve ou voltar ao cargo ou ir para a Casa Civil.

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) nos 10 primeiros meses deste ano a poupança da Caixa Econômica Federal registrou uma captação liquida de R$ 9,8bi, resultado que é 60% superior ao mesmo período do ano passado e representa a melhor marca em 10 anos, (2) em SET/10 o nível da produção industrial brasileira cresceu 6,3% na comparação com SET/09 e (3) em SET/10 o índice que calcula o faturamento da indústria brasileira ficou em 120,3pts, o que representa o maior patamar da história.

Confirmando a crescente atratividade da economia brasileira, em OUT/10, mesmo com a nova elevação do IOF para as operações de renda fixa dos ''investidores'' externos, a entrada de dólares no país alcançou US$ 6,9bi, o que representa o segundo maior resultado do ano.

Pressionado pelo ritmo forte de crescimento da economia brasileira, que impulsionou os preços e estimulou o consumo dos alimentos, o IPC de SP em OUT/10 apontou uma inflação de 1,04%, ante 0,53% em SET/10.

- A Eletropaulo subiu 1,6% e, após o fechamento do pregão, divulgou que no terceiro trimestre deste ano seu lucro liquido foi 22,7% maior que o ganho apurado 1 ano antes.
- A Lojas Americanas caiu -1,1% e, após o fechamento do pregão, divulgou que no terceiro trimestre deste ano lucrou 470,9% mais que no mesmo período do ano passado.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Confirmando como era ''eleitoreira e irreal'' a promessa de Serra de elevar o salário mínimo para R$ 600,00 em JAN/11, ontem as centrais sindicais, que obviamente sempre pedem mais do que podem, apresentaram ao relator do Orçamento da União de 2011 um pedido para o reajuste do salário mínimo dos atuais R$ 510 para R$ 580 no ano que vem, o que se aproxima dos R$ 560,00 que o governo está disposto a dar.

Com mais ''poder'' do que nunca, os 6 governadores eleitos do PSB, que ontem se reuniram em Brasília, defenderam que a saúde ganhe uma nove fonte de financiamento e já falam na volta de CPMF ou na criação de um novo tributo chamado CSS (Contribuição Social para a Saúde).

Mostrando que Aécio Neves pode se aproximar da base aliada, Cid Gomes, governador do PSB reeleito no Ceará, defendeu ontem um pacto entre governo e oposição pela governabilidade do país que colocaria o neto de Tancredo Neves na presidência do Senado nos próximos 2 anos.

Contrário a idéia de FHC e de Sergio Guerra de lançar já em 2012 o candidato tucano à sucessão de Dilma e mostrando que não quer partir para a ''oposição irracional'', Aécio afirmou que antes o PSDB precisa definir um "projeto" a ser apresentado ao eleitorado do país.

Segundo Alexandre Padilha, ministro das Relações Institucionais, a ''primeira prioridade'' de Lula ao deixar o governo será negociar com os partidos da base aliada e até com membros da oposição, como Aécio e Marina, um projeto de reforma política para que seja encaminhado ao Congresso no primeiro ano do próximo governo.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Ninguém tem dúvidas de que São Paulo é a maior, mais desenvolvida e mais importante cidade da América Latina, poucos discutem que o Brasil tem dezenas de outras cidades mais ''atraentes'' e bonitas, por este motivo não dá para entender porque São Paulo, que já tem mais de 5 grandes estádios de futebol, faz de tudo para construir mais um estádio para receber a abertura da Copa do Mundo de Futebol, que certamente seria muito melhor e principalmente mais ''produtiva'' para o Brasil se ocorresse em BH, capital de MG, ou em qualquer outra capital nordestina.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
-------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário