R.B. 12/JUL/10 ''Nossos ídolos''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Nossos ídolos"

Santiago, 12 de julho de 2010 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, com ''ótimas chances'' de fechar a semana acima dos 65.000pts, diante das expectativas positivas para a economia brasileira e para a temporada de divulgação de resultados corporativos do segundo semestre tanto no Brasil como nos EUA.
- O DÓLAR pode voltar a cair, cada vez mais perto de romper o ''suporte'' dos R$ 1,75, seguindo a melhora do ''humor'' dos demais mercados mundiais e o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos.

QUINTA-FEIRA
- BOVESPA 0,3%, abriu ''de lado'', para logo passar a cair e na mínima recuar -0,6%, porem, seguindo o ''bom humor'' das bolsas de NY, passou a subir na ultima hora do pregão, mesmo com a cautela do investidor devido ao feriado de sexta-feira.
- DÓLAR -0,2% à R$ 1,76, abriu em alta, para na máxima atingir R$ 1,77, porem, seguindo o ''bom humor'' dos demais mercados mundiais, passou a cair ainda na parte da manhã, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-1,7%).

SEXTA-FEIRA
- Na ÁSIA, puxadas por dados positivos dos EUA e pela visão cautelosamente otimista do BC Europeu sobre a recuperação da zona do euro, JAPÃO 0,5%, já que o recuo da moeda local (o iene) frente ao dólar favoreceu a compra de ações de grupos exportadores, CHINA 2,3%, com destaque positivo para ações do setor de energia e CORÉIA 1,4%, mesmo com a elevação das taxas de juros pelo BC local.
- Na EUROPA, fechando a semana com a maior alta semanal em 1 ano, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,5% e ALEMANHA 0,5%, com destaques de alta para as ações de mineradoras, acompanhando o aumento do preço dos metais e a expectativa de números sólidos das importações chinesas.
- Nos EUA, recuperando-se de um grande período de quedas, para encerrarem a sua melhor semana em 1 ano, S&P 0,6%, DJ 0,7% e NASDAQ 1,0%, com os investidores otimistas para o início da temporada de resultados, que começam esta semana com Alcoa, JPMorgan, Bank of America e General Electric.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Ajustando-se a realidade, o FMI elevou, de 5,5% para 7,1%, sua previsão para o crescimento do PIB brasileiro em 2010, o que representa a sua terceira maior ''aposta'' entre as grandes economias, ficando atrás apenas de China e Índia.

Ajudando na diversificação da matriz energética brasileira, que é cada vez menos dependente de fontes não renováveis, o grupo industrial francês Alstom e a empresa brasileira de energias renováveis Desenvix, anunciaram na sexta-feira passada a assinatura de um contrato de R$ 223,7mi para construir um parque eólico na Bahia, que vai gerar 90 megawatts.

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em MAI/10, pelo quinto mês consecutivo na comparação com o mês anterior, ocorreu uma expansão de 0,3% no nível de emprego do setor industrial, já na comparação com MAI/09 o crescimento foi de 4,2%, (2) no primeiro semestre de 2010 a quantidade de consumidores que procuraram crédito cresceu 16,6% em relação ao mesmo período do ano passado, (3) nos 5 primeiros meses de 2010 o faturamento da indústria brasileira registrou alta de 12,5% na comparação com o mesmo período de 2009 e (4) em JUN/10 o Índice de Confiança do Empresário Industrial cresceu 2% na comparação com MAI/10, atingindo 65,1pts, puxado principalmente pela elevação entre as pequenas empresas (3,7%).

Confirmando que a inflação está ''perdendo força'', o IGP-M, usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, ficou em 0,14% na primeira prévia de JUL/10, ante variação de 2,21% no mesmo período de JUN/10, aliviado principalmente pela queda dos preços do grupo alimentação.

Impulsionado pela abundante oferta de crédito de longo prazo, com parcelamento que chega a 2 anos, e pelo crescimento do emprego e da renda no mercado interno, o setor de turismo vai crescer neste ano num ritmo acelerado, que é o dobro do projetado para o PIB.

Provando que o Brasil acertou ao investir naquilo que tem vocação e vantagem competitiva, estimuladas principalmente pela voraz demanda chinesa por commodities, nos últimos 10 anos o peso das matérias-primas nas exportações totais do país praticamente dobrou, saltando de 22,8% no primeiro semestre de 2000 para o recorde de 43,4% (o equivalente a US$ 38,7bi) no mesmo período deste ano.

- A Petrobrás subiu 0,4% e, durante o feriado, a empresa anunciou que atingiu a cifra histórica de 2 milhões e 20 mil barris de petróleo processados no último dia 3/JUL/10.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Fazendo ''farra com o dinheiro do povo'', só este ano o aumento dos gastos do Senado será de quase R$ 220mi, já no próximo ano, R$ 500mi, o que daria para aumentar em dezenas de milhares os beneficiários da Bolsa Família.

Mais uma vez ''coincidentemente'', a primeira parcela do reajuste de 7,7% aos aposentados e o retroativo de JAN/10 a JUN/10 serão pagos em AGO/10, justamente no mês em que Dilma estréia, ao lado de Lula, na propaganda eleitoral na TV.

Atacando cada dia mais, Serra, após afirmar, estrategicamente no Nordeste, que o Bolsa Família é uma invenção tucana ''maquiada'' por Lula, acusou o PT de não tem a mais remota preocupação com a educação.

Dando uma ''aula'' a ACM, Sarney e todos os ''coronéis'' que mandaram por décadas em seus estados, caso se mantenha a vantagem de Alckmin sobre Mercadante, o PSDB chegará a 2014 comemorando seu vigésimo aniversário no Palácio dos Bandeirantes.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

São craques, são dotados de uma força espetacular, são famosos, são milionários com menos de 25 anos, mais a grande maioria deles são despreparados, acham que são invencíveis, que estão acima da lei e por este motivo cometem atrocidades e irracionalidades que nem o mais feroz dos animais irracionais seria capaz de cometer, são ''nossos ídolos'' jogadores de futebol.

Como são muito ''generosos'', bancos públicos e privados, estatais, construtoras e empresas de telefonia, num total de 35 empresas, desembolsaram R$ 3mi para patrocinar o 2º Congresso das Carreiras Jurídicas de Estado, que ocorreu de terça-feira até sexta-feira em Brasília.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário