R.B. 8/ABR/10 ''Novamente nas mãos do Coronel''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Novamente nas mãos do Coronel"

São Paulo, 8 de abril de 2010 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, acompanhando a trajetória das demais bolsas mundiais e dando seqüência ao movimento de realização de lucros iniciado na terça-feira, porem deve-se ressaltar que uma queda pode ser uma ótima oportunidade do compra, diante da manutenção das boas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR pode voltar a subir, acompanhando o provável ''humor negativo'' na Bovespa, porem deve-se ressaltar que a tendência da moeda norte-americana continua sendo de queda, diante da expectativa de elevação da Selic e do conseqüente aumento do fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA -0,4%, abriu ''de lado'', para na máxima avançar 0,2%, porem, com bom volume de negócios (R$ 6,4bi), definiu a trajetória de baixa nas ultimas 2 horas do pregão, seguindo as perdas das bolsas de NY e a desvalorização das commodities.
- DÓLAR 1,3% à R$ 1,78, já abriu em alta e, em um ''ajuste técnico'' após 6 pregões consecutivos de queda, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, pressionado pelos leilões de compra do BC, seguindo a realização de lucros na Bovespa e também influenciado pela forte alta do risco-Brasil (5,8%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,1%, com bom volume de negócios e sustentada por ações de bancos, seguradoras e empresas do setor ferroviário, CHINA -0,3%, pressionada por ações do setor imobiliário, por conta das crescentes preocupações sobre novas medidas de aperto monetário e CORÉIA -0,2%, pressionada por ações do setor de tecnologia, como Samsung (-1,2%) e LG (-3,3,%).
- Na EUROPA, acompanhando o dia negativo nas bolsas de NY e pressionadas pelo anuncio de que o PIB da zona do euro ficou estável nos últimos três meses do ano passado em comparação com o terceiro trimestre e teve contração de -2,2% em relação ao mesmo período de 2008, INGLATERRA -0,3%, FRANÇA -0,7% e ALEMANHA -0,5%, também influenciadas negativamente pela retração das companhias do setor de commodities, pela queda de bancos gregos e pela perda de valor dos papéis da Renault (-1,1%) depois da assinatura de um acordo com as montadoras Daimler (-0,3%) e Nissan (-0,5%).
- Nos EUA, realizando lucros recentes, S&P -0,6%, DJ -0,7% e NASDAQ -0,2%, prejudicadas pelo anuncio de queda do credito ao consumo e também pelo discurso de Bernanke, presidente do BC local, que alertou que a economia dos EUA continua problemática e que o Fed (''Copom'' local) não está com pressa para começar a elevar as taxas de juros, hoje em nível historicamente baixo (0,25% ao ano).
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Indicando que são maiores que 90% as chances da taxa básica de juros subir na próxima reunião do Copom, Paulo Bernardo, ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, ''avisou'' que o governo está decidido a atuar fortemente contra a inflação, ressaltando também que a recuperação do crescimento econômico este ano impõe a necessidade de elevação dos investimentos.

Mostrando-se mais uma vez inconformado com o fato de o Brasil, maior produtor mundial de minério de ferro, fabricar "somente 35 milhões de toneladas de aço", Lula recomendou, durante uma reunião de cerca de 2 horas com toda a diretoria do BNDES, que o banco concentre esforços para elevar os investimentos em siderurgia.

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em MAR/10 o consumo de energia elétrica cresceu 8,5% na comparação com igual período em 2009, (2) no primeiro trimestre de 2010 o índice de recuperações judiciais requeridas apresentou um redução de -50,2% ante o mesmo período do ano passado, (3) em FEV/10, já descontados os dados sazonais, o faturamento real das indústrias registrou alta de 3,3% na comparação com JAN/10 e de 11,3% na comparação com FEV/09 e (4) batendo mais um recorde histórico, em MAR/10 a produção de veículos no país atingiu 330.980 unidades, patamar 32,5% maior que em FEV/10 e 20,3% superior a MAR/09.

Como fruto do aumento da renda e da queda do desemprego, nos 3 primeiros meses de 2010 a caderneta de poupança registrou uma captação líquida de R$ 4,2bi, o que representa o melhor resultado para um primeiro trimestre desde 1997.

Confirmando o bom desempenho da economia brasileira e diminuindo os ''temores'' de inflação de demandas, a produção industrial brasileira aumentou em 7 das 14 regiões pesquisadas em FEV/10, com um avanço médio de 1,5% na comparação com JAN/10.

Diante da crescente atratividade da economia brasileira, segundo o BC em MAR/10 o fluxo cambial brasileiro ficou positivo em US$ 2,1bi, acumulando com isto um saldo também positivo de US$ 2,8bi nos 3 primeiros meses do ano.

- A Petrobrás caiu -0,8%, porem ontem, após o fechamento do pregão, anunciou que teve sucesso em mais uma perfuração na área de Tupi, confirmando o potencial para reservas na região de 5 a 8bi de barris.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Mostrando como o poder atrai os homens, 20 dos 24 deputados do DF se inscreveram ontem para disputar a eleição indireta que vai escolher o governador e vice após a crise política que derrubou o governo Arruda, porem, indicando que a maracutaia vai continuar, entre as chapas inscritas 5 apresentam nomes que têm ligação ou fizeram parte da gestão do ex-governador.

Colocando o Brasil ''novamente nas mãos do Coronel'', no domingo à noite, quando Lula viajar para Washington, como Alencar estará no Uruguai e Temer não poderá assumir para não se tornar inelegível nas próximas eleições, Sarney assumirá a presidência da Republica 25 anos depois de ter passado a comandar o país em função da doença e morte do presidente Tancredo Neves.

Com o objetivo de ofuscar o lançamento da candidatura de Serra, representantes de 6 centrais sindicais preparam um grande evento para a ex-ministra Dilma, em São Bernardo do Campo, no próximo sábado, que contará com a presença de Lula.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Estimulando o calote e provavelmente prejudicando os bons pagadores, que inevitavelmente terão que dividir o prejuízo com as empresas, ontem o Senado aprovou um projeto de Lei que, apesar de autorizar as empresas fornecedoras de serviços públicos, como água, energia elétrica e telefonia, a interromper o abastecimento em caso de inadimplência mediante notificação prévia de 30 dias, proíbe estas empresas de incluir consumidores inadimplentes em cadastros de proteção ao crédito.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário