R.B. 13/JAN/10 ''Mais uma porrada no neo-liberalismo''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Mais uma porrada no neo-liberalismo"

São Paulo, 13 de janeiro de 2010 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode voltar a cair, para fechar abaixo dos 70.000pts, ainda realizando lucros recentes, influenciada pelo recuo dos preços das commodities e novamente seguindo as perdas das demais bolsas mundiais.
- O DÓLAR deve voltar a subir, acompanhando a provável realização de lucros na Bovespa e ainda influenciado pelas expectativas de que o governo, pressionado pelos exportadores, adote medidas para conter a constante retração da cotação da moeda norte-americana.

ONTEM
- BOVESPA -0,5%, já abriu em queda, para na mínima recuar -1,5% e romper o suporte dos 70.000pts, e manteve-se em baixa ao longo de todo pregão, seguindo as perdas das demais bolas mundiais e prejudicada pelas iniciativas do governo chinês para conter a sua economia.
- DÓLAR 0,7% à R$ 1,75, já abriu em alta e, seguindo as perdas na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, pressionado pelos leilões de compra do BC e pela forte elevação do risco-Brasil (6,4%).
- Na ÁSIA, ainda sem o efeito do anuncio do aperto monetário na China, JAPÃO 0,8%, sustentada por ganhos com ações das companhias de comércio exterior, que compensaram o sentimento desfavorável e a perspectiva cada vez mais sombria para a Japan Airlines, cujas ações tiveram uma queda dramática ante o temor de que a companhia seja excluída da Bolsa, CHINA 1,9%, ainda repercutindo positivamente a aprovação do lançamento de contratos futuros do índice de ações e CORÉIA 0,3%, com um fraco volume de negócios e destaques de alta para as exportadoras de automóveis, como Hyundai (1,5%) e Kia (1,1%).
- Na EUROPA, já em compasso de espera antes da reunião do BC Europeu, que ocorre nesta quinta-feira, INGLATERRA -0,7%, FRANÇA -1,1% e ALEMANHA -1,6%, pressionadas pelos temores de desaceleração da expansão econômica da China e desapontamento com relação ao início da temporada de balanços nos EUA.
- Nos EUA, realizando lucros após 4 pregões consecutivos de ganhos, S&P -0,9%, DJ -0,3% e NASDAQ -1,3%, também devido à decepção com o resultado trimestral da Alcoa e pela decisão do BC chinês de aumentar o depósito compulsório dos bancos locais.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Dando ''mais uma porrada no neo-liberalismo'', após perder ''pontos'' na crise que começou em 2008, já que ficaram mais do que evidentes as falhas de supervisão do sistema financeiro, o conceito de independência dos BCs está em franco declínio e a cada dia cresce a tendência de reduzir tal independência, também para evitar o que está acontecendo atualmente na Argentina.

Apresentando novos sinais de crescimento da economia brasileira, (1) em NOV/09 o nível de emprego no setor industrial foi 1,1% maior do que em OUT/09, (2) em DEZ/09 as vendas de motocicletas no país cresceram 19,4% na comparação com o mês anterior e 16,3% na comparação com DEZ/08 e (3) em 2009 o volume de crédito habitacional ofertado pela Caixa superou R$ 45bi, quase o dobro do registrado em 2008 (R$ 23bi).

''Nadando de braçadas'' enquanto seus ''concorrentes do primeiro mundo'' amargavam prejuízos e até quebravam, em 2009 9 bancos brasileiros ficaram entre os 25 mais rentáveis da América Latina e dos EUA.

Em 2009 as negociações de contratos futuros agropecuários na BM&F registraram queda de -37,6% em relação a 2008 e a explicação para isto é que o ano passado foi um período de menores oscilações nos preços ante 2008 e alem disto a crise de crédito reduziu os recursos disponíveis para as operações de hedge e investimentos.

Confirmando mais uma vez que a inflação está ''110%'' controlada, após a FGV apontar que o IGP-M de JAN/10 ficou em 0,27%, o Dieese confirmou um aumento de 4,05% no custo de vida de paulistano em 2009, o que representa a segunda menor variação da década.

- A Embraer subiu 3,3%, após informar que fez 244 entregas de jatos em 2009, um número recorde na história da empresa e 19,6% superior ao total repassado em 2008.
-------------------------------------------------------------------------------
Política:

Podendo fazer Lula cumprir, caso seja eleito pela terceira vez em 2014, uma de suas promessas da campanha de 2000, segundo um estudo do Ipea, caso mantenha o ritmo de desempenho que teve entre 2003 e 2008, o Brasil poderá praticamente zerar a pobreza extrema e alcançar indicadores sociais próximos aos dos países desenvolvidos em 2016, ano das Olimpíadas do RJ.

Refutando mais uma vez, e cada dia com menos paciência, a possibilidade de ser vice de Serra, Aécio Neves, governador de MG, afirmou que sua ''dedicação integral'' será mergulhar nas questões de Minas, candidatando-se ao Senado e trabalhando na campanha pela eleição de seu vice, o tucano Antonio Anastasia, como governador do Estado.

Confirmando mais uma vez que o Senado é ''a casa dos malandros'', sob o pretexto de estarem em “missão oficial”, Ideli Salvatti (PT-SC), José Nery (PSol-PA), Jefferson Praia (PDT-AM) e Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), em vez de gastarem recursos da própria verba indenizatória preferiram visitar os estados de origem com o dinheiro extra das diárias pagas nas missões oficiais em 2009.

Mostrando que Serra está se aproximando do PV, Gabeira, apoiado e apontado pelo governador de SP como o candidato ideal ao governo do RJ, admitiu a possibilidade de entrar na disputa estadual em uma chapa apoiada oficialmente pelos tucanos.

''Batendo de frente com peixe graúdo'', o juiz federal Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Criminal de SP, abriu um segundo processo criminal contra 3 executivos da construtora Camargo Corrêa, desta vez por supostos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Na mesma linha de Chavez, que conseguindo quebrar a Venezuela, Evo Morales, presidente da Bolívia, lançou ontem uma advertência às multinacionais que atuam no país, associadas à estatal YPFB, de que não ficará "de braços cruzados" se elas não investirem no desenvolvimento de novos campos de gás e petróleo.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário