R.B. 7/OUT/09 ''Despreparados e improdutivos''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Despreparados e improdutivos"

São Paulo, 7 de outubro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, realizando lucros após subir por 3 pregões consecutivos e atingir o maior patamar em mais de 1 ano (62.670pts), acompanhando o mesmo movimento das demais bolsas mundiais, porem com ótimo volume de negócio devido ao inicio das operações com as ações do Santander.
- O DÓLAR seguir em queda, ''testando o suporte'' dos R$ 1,75, ainda influenciado pelo ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos, que atualmente é ''turbinado'' pelos IPOs e pelo anúncio sobre o patrocínio do Brasil para as Olimpíadas de 2016, o que deve elevar o fluxo de investimentos para infraestrutura, atrairá turismo e conseqüentemente deve estimular a atividade econômica em geral.

ONTEM
- BOVESPA 0,5%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,5% e, após alguma volatilidade, já que na mínima recuou -0,4%, fechou no território positivo pelo terceiro pregão consecutivo, seguindo a valorização das bolsas de NY e dos preços internacionais das commodities.
- DÓLAR -0,5% à R$ 1,75, já abriu em queda e, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve-se em baixa ao longo de todo pregão, para fechar no menor patamar desde 8/SET/09, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-4,2%) e pelo ''humor positivo'' na Bovespa.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,2%, sustentada pelos ganhos nas ações financeiras, uma vez que as preocupações dos investidores sobre novos e possivelmente diluídos financiamentos por meio de ofertas de ações já foram plenamente considerados nos preços desses papéis, CHINA não houve negociações por ser feriado e CORÉIA -0,5, pressionada por realizações de lucros em ações de bancos e de montadoras.
- Na EUROPA, seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY, INGLATERRA 2,3%, FRANÇA 2,6% e ALEMANHA 2,7%, com destaques de alta para os papéis de mineradoras, como Rio Tinto (6,9%), Antofagasta (6,1%) e Kazakhmys (9,1%), e de bancos, como BNP (5,6%), Credit Suisse (4,4%) e Deutsche Bank (4,3%).
- Nos EUA, diante dos sinais de que a economia global está se recuperando e das ''apostas'' de que os resultados corporativos superem as estimativas, S&P 1,4%, DJ 1,4% e NASDAQ 1,7%, beneficiadas pela alta das commodities, que por sua vez impulsionou ações de empresas dos setores de energia e mineração.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Como frutos do aumento da renda e da melhora nas condições econômicas, (1) registrando a segunda maior captação do ano, em SET/09 os depósitos da caderneta de poupança superaram os saques em R$ 3,5bi,elevando com isto o saldo positivo do ano para R$ 15,7bi, ante R$ 10bi ano mesmo período de 2008 e (2) recuando pelo terceiro mês consecutivo, o total de cheques sem fundos em SET/09 registrou queda de -2,13% em relação a AGO/09 e de -9,04% na comparação com SET/08.

Já que a queda da taxa básica de juros, que aliás está no menor patamar da história (8,75%), estimula investimentos no setor produtivo da economia, em SET/09 as negociações realizadas via home broker na Bovespa registraram 5 recordes: (1) volume total de R$ 44,20bi, (2) volume médio diário de R$ 2,1bi, (3) quantidade de negócios de 4.474.883, (4) a média diária de negócios de 213.090 e (5) participação no volume financeiro do mercado de ações de 19,40%.

- Dando mais um sinal de controle da inflação, o IGP-DI de SET/09 ficou em 0,25% em setembro, com isto acumula uma deflação de -1,35% nos 9 primeiros meses deste ano.

Confirmando ''a força e a atratividade'' da economia brasileira, o Banco Santander do Brasil, que aliás gera 20% do lucro mundial do grupo, concluiu seu IPO na Bovespa e com isto captará R$ 14,1bi, o que representa a maior oferta publica da história da bolsa de SP.

- A Vale subiu apenas 0,2%, apesar de ter anunciado que, ''conquistando'' novos mercados, fechou um contrato de 10 anos para fornecimento de minério de ferro à empresa saudita Saudic.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Cada dia mais preocupada com o crescimento de Ciro Gomes nas pesquisas, e agora também com a ''ameaça'' do PDT de lançar o ministro do Trabalho Carlos Lupi à presidência, Dilma defendeu uma candidatura única entre os partidos da base aliada de Lula.

Claramente ''legislando em causa própria'', o peemedebista Michel Temer, que é presidente da Câmara e forte candidato à vice na chapa de Dilma, classificou como "corretíssima" a decisão do Tribunal de Contas da União de liberar o pagamento integral dos salários de deputados e senadores que acumulam seus vencimentos com aposentadorias pagas por outras esferas de poder.

Sem temer a lei que pune com a perda de mandato os parlamentares que trocarem de legenda sem justificativa plausível para isto, deste o início do ano até sábado passado, quando terminou o prazo de filiação para quem pretende se candidatar nas eleições de 2010, 28 deputados e 4 senadores trocaram de legenda.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Inchando a máquina publica de petistas, muitos deles ''despreparados e improdutivos'', desde JAN/03 até MAI/09 o governo Lula contratou 160.700 funcionários públicos, o que dá 44 novos servidores por dia, contra 33 por dia durante o governo FHC.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário